Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

O mercado automotivo registrou uma alta de vendas de 5% no último mês de agosto na comparação com o mês de julho. Foram 183 mil unidades vendidas no mês encerrado na semana passada, contra cerca de 174 mil unidades negociadas em julho.

O número das vendas nacionais em agosto, porém, foi mais baixo do que o registrado em agosto de 2019, quando 243 mil unidades foram vendidas, mostrando uma queda de quase 25% nos negócios do setor no Brasil.

De acordo com o presidente da Anfavea, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, Luiz Carlos Moraes, o setor vem se recuperando aos poucos dos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus, que afetou a economia de forma geral.

Em Araçatuba, porém, vendedores e gerentes de concessionárias estão observando uma recuperação até mais rápida do setor. O gerente de uma concessionária, por exemplo, afirma que as vendas em sua loja no último mês chegaram a 85% do que foi vendido no ano anterior e que, somados os últimos três meses (junho, julho e agosto), os resultados bateram a meta do local.

Giancarlo Vernier, que é gerente da Nogueira Lins, concessionária da Volkswagen, em Araçatuba, afirma que as vendas só chegaram a baixar no mês de abril, sendo que nos meses seguintes, quando foi flexibilizada a volta do atendimento de concessionárias na cidade, a recuperação nas vendas já começou.

“A gente tinha bastante pedido colocado na fábrica, então foi meio duro pra nós quando a nossa fábrica estava fechada. Como já tinha vendas que a gente tinha feito em fevereiro, em março, quando fechou a loja os carros iam chegando e a gente entregava. Então a gente não teve o problema maior, que foi em abril, em maio já foi melhorando, junho, julho. Praticamente junho, julho e agosto nós tivemos três meses normais de venda aqui na concessionária, tanto veículos que já haviam sido colocados anteriormente como novos clientes”, explicou o gerente.

Da marca específica com a qual trabalha, Giancarlo afirmou que as vendas em três meses, entre junho e agosto, chegaram a ser maiores do que as do ano passado, mesmo em plena pandemia.

“A gente teve o objetivo alcançado e nesse período de três meses tivemos vendas até superiores às do ano passado, isso a nossa marca”, ressaltou Vernier.

A informação positiva do gerente da concessionária da Volkswagen em Araçatuba vai de encontro aos dados da Fenabrave, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores, que aponta a marca como a que teve maior participação de mercado nas vendas, com 20,86% das saídas de automóveis novos. A GM ficou em segundo lugar no mês passado com 18,22% das vendas realizadas.

O carro mais vendido em agosto, porém, foi da GM. O Onix teve 10.609 unidades vendidas. A Hyundai colocou o HB20 na segunda posição com 8.489 veículos vendidos. O VW Gol ficou em terceiro com 7.912 vendas, com outro carro da Volks, o T-Cross, em quarto, com 6.455 unidades vendidas.

Emplacamentos

O mês de agosto de 2020 teve cerca de 85% do número de veículos emplacados em Araçatuba no mesmo mês do ano passado. Foram 425 veículos emplacados no mês que passou, contra 496 em agosto de 2019, segundo dados do Detran-SP.

Porém, o que chamou a atenção foi o número de emplacamentos de julho. Foram, 664 novos veículos emplacados naquele mês, 36% a mais do que no mês passado.

De acordo com Giancarlo, uma explicação para isso foi que veículos que foram vendidos no começo do ano, passaram a ser emplacados com alguns meses de atraso, causando um acúmulo em julho.

“Eu tive carro que vendi em março e que emplacou em maio, tive carro que vendi em abril, maio que emplacou agora em julho, tanto que é em julho são 664 carros emplacados na nossa Delegacia, muito maior do que junho (384 emplacamentos)”, explicou o gerente.

 


Compartilhe esta notícia!