Compartilhe esta notícia!

Empresário, você estava preparado?

RODRIGO ROSA
A pandemia provocada pela COVID-19 chegou e pegou a todos de surpresa com as ações de isolamento social, quarentena e lockdown. Modificou nossas rotinas e hábitos, trouxe grandes prejuízos a empresas, seja pela interrupção das suas atividades seja pela queda da atividade econômica. E é neste contexto que repito a pergunta que intitula este artigo: “Empresário, você estava preparado?”.
Em diversas apresentações de negócios da minha empresa, o Instituto Alto Valor, ouvi muitas vezes empresários que falavam que quem precisava se qualificar eram seus funcionários, não eles mesmos. Outros consideravam perda de tempo e de dinheiro contratar treinamentos comportamentais, de liderança ou inteligência emocional.
Então chegamos ao contexto atual em que muitos empreendedores não sabem o que fazer e estão perdidos. Já são mais de 120 dias desde que o Governo de SP decretou as primeiras medidas restritivas e ainda há donos de negócios acreditando que “tudo vai passar” ou “tudo voltará ao normal”. Primeiro que não sabemos quando vai passar; segundo que jamais voltaremos ao que era antes. Pessoas estão experimentando o conforto e a comodidade que é comprar on line. O consumo também continuará em baixa para alguns segmentos.
Então, o que fazer neste momento? Como proceder nesta situação tão delicada em que vejo meu negócio indo a naufrágio? De imediato, você precisa ter três atitudes: mudança de mentalidade, foco na solução e resiliência.
A mudança de mentalidade começa com um olhar sobre si, um exercício de auto exame. Entender o que você precisa mudar, quais os paradigmas que precisa quebrar e as crenças limitantes que precisa ressignificar. Faça um exercício de autoconhecimento e veja quais são seus pontos fortes e os que precisam melhorar. Se faça a pergunta: “o que eu preciso fazer de diferente para ter resultados diferentes?”. Uma coisa você já sabe: fazer da mesma forma, do mesmo jeito, não está levando ao sucesso.
A segunda atitude, foco na solução, é parar de olhar somente o problema, a dor. Sim, estamos vivendo um momento turbulento, complexo e de muita insegurança. Mas é o que tem para hoje. Chorar, espernear, ficar com raiva só te levará a um lugar: do desespero e do alto stress, nada mais. Se o problema você já conhece, responda à pergunta: “Diante disso tudo, o que eu posso começar a fazer para mudar minha situação?”. O que você ainda não fez e que pode fazer imediatamente em busca de melhores resultados? Quais as oportunidades que vejo nesta crise?
Por último, a resiliência, que é a habilidade emocional de persistir, ficar de pé, mesmo em situações como a que estamos vivendo. E esta habilidade você já tem, mas de repente ainda não identificou. Pense em quantas outras situações ruins, complexas, você já passou e venceu. Lembre como você conseguiu passar por várias crises e manter seu negócio de pé. O que você fez no passado para vencer o mar tempestuoso? Quais as habilidades você usou para ultrapassar as barreiras? É esta força que vai te impulsionar agora, neste momento. Mas você precisa reconhecer dentro de você e ir adiante.
Tudo bem reconhecer que não estávamos preparados para tudo isto. É muito melhor parar o que está fazendo, refletir sobre si mesmo, do que continuar repetindo ações que não fazem avançar. Este é o momento de se preparar e sair ainda melhor do que antes. As oportunidades existem mesmo na crise. Basta saber identificar.

Rodrigo Rosa (@rodrigorosatrainer), coach e trainer do Instituto Alto Valor e membro do Instituto Liberal da Alta Noroeste.


Compartilhe esta notícia!