Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A CPFL Paulista já completou a substituição de 3.197 lâmpadas comuns por tecnologia de LED, mais econômica e duradoura, nas principais ruas e avenidas de Araçatuba. O montante corresponde a 48% dos 6.660 pontos de iluminação pública na cidade previstos para troca no projeto, que foi iniciado em maio e deve ser concluído em dezembro. A inciativa conta com investimentos de até R$ 8,3 milhões da companhia, parte do programa de Eficiência Energética da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Os principais locais atendidos são as avenidas Brasília, Abrão Buchalla, dos Estados, Joaquim Pompeu Toledo, João Arruda Brasil, da Saudade, dos Fundadores e Umuarama, entre outras.

“Nossos investimentos estão colaborando para que as cidades tenham uma energia cada vez mais robusta, econômica, eficiente e sustentável.  Temos alcançado resultados muito positivos e vamos seguir aportando recursos nessa área tão importante para os moradores e para o planeta”, afirma Felipe Henrique Zaia, gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia.

Quando concluída toda a instalação, o projeto irá possibilitar uma economia de energia de 4.428,45 MWh por ano (equivalente a 1.845 residências), além de melhorar a qualidade de iluminação nas ruas e avenidas e aumentar a vida útil dos equipamentos. Com isso, será evitada a emissão de 332 toneladas de CO2 na atmosfera, representando o mesmo que o plantio de 1.994 novas árvores.

Os recursos do Programa de Eficiência Energética vêm do valor arrecadado nas contas de energia elétrica, seguindo determinações da ANEEL. Esses recursos voltam para a sociedade por meio de projetos que buscam preservar os recursos naturais e promover o uso consciente da energia, evitando o desperdício.

A CPFL Energia investiu, em 2019, R$ 72,4 milhões em projetos de eficiência energética nas cidades de sua área de atuação, conforme aprovado pela ANEEL. Os projetos desenvolvidos pouparam cerca de 40 mil MWh, energia suficiente para abastecer, aproximadamente, 17 mil residências por um ano. A energia economizada evita a emissão de 2.825 toneladas de CO2, o que equivale ao plantio de cerca de 17 mil árvores.


Compartilhe esta notícia!