Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Muitas são as ações solidárias que estão ocorrendo desde o início da pandemia de covid-19, que além da crise na saúde pública, causou também problemas econômicos que afetaram muitas famílias. E em Araçatuba não foi diferente. Diariamente várias pessoas se cadastram em programas de assistência e em doações de cestas básicas para suprir as necessidades mais básicas no período mais difícil.

Pensando nisso, o grupo ASA, Ação Solidária Adventista, um braço de assistência social da Igreja Adventista do 7º Dia de Araçatuba, está promovendo quinzenalmente um projeto chamado “Drive Thru Solidário”, que arrecada alimentos e produtos de higiene para a produção de cestas básicas e futura doação para famílias carentes da comunidade.

Neste sábado, a arrecadação foi feita na sede da igreja, na rua Humaitá, na Vila Mendonça. Atualmente são 6 igrejas em Araçatuba e o trabalho de arrecadação é feito de forma conjunta. De acordo com o pastor Eliezer Martins Ferreira, o trabalho solidário já é realizado de forma contínua pela igreja, porém foi intensificado por conta da pandemia. “Essa iniciativa já vinha sendo feita há muito tempo, a igreja já desenvolve esse serviço solidário atendendo famílias carentes através de cestas básicas, necessidades básicas que as pessoas têm. Com essa pandemia e com todas as outras dificuldades, a igreja entendeu que deveria intensificar essas ações e surgiu essa ideia do Drive Thru Solidário, aonde, com segurança e resguardando os irmãos, a pessoa vem, passa com o seu carro, deixa ali a sua cesta básica, o seu alimento, a sua doação, então a ação solidária da igreja separa estes itens e atende às pessoas que estão necessitadas”, afirmou o pastor.

Enquanto a reportagem esteve no local neste sábado, vários foram os fiéis e membros da comunidade que pararam com seus carros em frente à igreja para doação de alimentos não perecíveis como arroz, feijão, óleo, macarrão, dentre outros, além de produtos de higiene como papel higiênico, creme dental e sabonete.

Segundo o pastor Eliezer, o ASA faz um levantamento e cadastramento das pessoas necessitadas que são ajudadas com cestas básicas montadas com os alimentos doados. De acordo com o líder religioso, a procura por cestas básicas cresceu cerca de 50% após o início da pandemia. “Os irmãos fazem o levantamento, pessoas não somente da igreja, mas também de fora, da comunidade, e atendemos cada família especificamente de acordo com cada necessidade. Assim a igreja tem procurado minimizar o sofrimento e toda essa situação difícil que estamos vivendo”, afirmou.

Com cerca de 1.000 membros na região de Araçatuba, a igreja se sente no papel de participar da vida da comunidade e ajudar, ao invés de apenas realizar os cultos. “A gente percebeu durante este período um aumento significativo nas pessoas que estão precisando, que fizeram contato com a nossa igreja. Nós entendemos que a igreja não é só o culto, não é só a reunião, o trabalho da igreja vai além disso. A igreja não está parada. Nós entendemos que devemos nos movimentar. Por isso essa ação bonita que está sendo realizada e o resultado é que muitas famílias estão sendo atendidas, graças a Deus, e a gente tem atingido os objetivos. Nós também nos sentimos preenchidos por estar ajudando aos nossos semelhantes”, contou.

Com a arrecadação de alimentos sendo feita de forma quinzenal, a Igreja Adventista chega a arrecadar cerca de meia tonelada por mês, o que permite a produção de 40 a 50 cestas básicas mensalmente. “A gente percebeu durante este período um aumento significativo nas pessoas que estão precisando, que fizeram contato com a nossa igreja. Muitas famílias de diferentes lugares são atendidas”, completou.

Outras ações

De acordo com Roberta Cajal, que é assistente social e coordena o grupo ASA, outras ações solidárias seguem sendo realizadas pela igreja, como o “Varal Solidário”, com arrecadação de roupas, por exemplo.

Segundo ela, no final de semana anterior, no bairro Jussara também foi realizada a ação “Levando Esperança”, que fez entrega de alimentos a pessoas necessitadas que procuravam a sede da Igreja Adventista presente no bairro.

 

Igreja Arrecadação 8


Compartilhe esta notícia!