Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Araçatuba tem 151.463 pessoas aptas a votar na eleição municipal de novembro deste ano. O número corresponde a um aumento de 6,29% em relação a 2016, última vez em que os eleitores da cidade foram às urnas para eleger prefeito, vice-prefeito e vereadores. Na ocasião, 142.493 araçatubenses preenchiam as condições necessárias para votar.

O crescimento registrado na cidade supera também a média estadual. De acordo com as estatísticas do eleitorado paulista, divulgadas ontem pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), em todo o Estado, a alta foi de 2,69% na comparação com o pleito ocorrido há quatro anos. No total, em 2020, 33.565.294 poderão exercer o direito do voto em São Paulo.

Assim como em nível estadual, a maior parte do eleitorado araçatubense é do sexo feminino. Nesse aspecto, aliás, os percentuais praticamente se igualam. Em Araçatuba, as mulheres representam 53,7% do total de eleitores, enquanto os homens, 46,3%. No Estado de São Paulo, a participação feminina é de 53%.

PERFIL

O levantamento divulgado nessa sexta-feira pela Justiça Eleitoral apresenta uma radiografia do eleitorado no Estado. Sendo assim, o estudo mostrou que o retrato padrão do eleitor araçatubense é de uma mulher, com idade entre 35 e 39 anos, casada, com ensino médio completo e possuidora da biometria.

Conforme o balanço, em Araçatuba, 130.365 eleitores possuem cadastro biométrico, o que representa 86,07% da totalidade.

Entretanto, por causa da pandemia da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, não haverá identificação biométrica dos eleitores nas eleições 2020.

Dessa forma, os 21.098 eleitores (13,93% do total) sem biometria poderão votar normalmente.

A estatísticas mostram também que 1.441 eleitores da cidade são deficientes. Nesse universo, a maior parte (851) apresenta deficiência relacionada à locomoção. Deficientes visuais somam 170, 135 têm dificuldade para o exercício do voto e 107 possuem deficiência auditiva. Outras situações caracterizadas como deficiência totalizam 340 eleitores.

No que diz respeito à faixa etária, a maioria dos votantes no município possui entre 35 e 39 anos. São 15.117 pessoas nesse grupo, o equivalente a 9,98% do eleitorado araçatubense. A segunda faixa com maior número de eleitores tem de 40 a 44 anos – 14.798 pessoas (9,77%)

Dentre os eleitores com idade cujo voto não é obrigatório, 359 possuem 17 anos (0,24%) e 17.607 têm 70 anos ou mais. Nesse quesito, a curiosidade reside no fato de que 53 pessoas já completaram 100 anos de idade.

O estado civil da maioria é casado: eles representam 46,5% dos eleitores. Solteiras são 40,1% das pessoas aptas ao voto, enquanto 8,08%, divorciadas.

Quanto ao nível de escolaridade, o maior percentual é de eleitores com ensino médio. Eles chegam a 49.932 – 32,97% do total. Com ensino superior completo, são 29.607 eleitores. Já a quantidade de analfabetos que vão às urnas chega a 3.069, o que equivale a 2,03%.

NÚMEROS ESTADUAIS

De acordo com o TER-SP, em todo o Estado de São Paulo, 31,12% do eleitorado (10.445.248) está na faixa etária de 30 a 44 anos. Já os eleitores acima de 70 anos, para os quais o voto é facultativo, representam 9,77% (3.279.050) do eleitorado. Os jovens de 17 anos, que também votam de modo facultativo, totalizam 0,26% (89.770).

Quanto ao grau de escolaridade, 30,43% (10.212.392) tem o ensino médio completo, 20,93% (7.026.352) completou o ensino fundamental e 14,38% (47,26%) possui curso superior. Já 2,37% (796.837) se declararam analfabetos, público que não tem a obrigatoriedade de votar.

Os eleitores que afirmaram ter algum tipo de deficiência somam 1,23% (414.978) e aqueles que usarão o nome social nas urnas, direito conquistado em 2018, correspondem a menos de 1% do eleitorado (3.122).

Em todo o Brasil, são 147,9 milhões de eleitores.


Compartilhe esta notícia!