Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Com a chegada do quinto dia útil nesta sexta-feira, a esperança é de crescimento no movimento dos principais corredores comerciais de Araçatuba. No calçadão, rua do Fico e rua Marcílio Dias, diversas lojas estão fazendo promoções especiais de olho no Dia dos Pais, comemorado no próximo domingo. A expectativa é que pelo menos a “lembrancinha” será garantida.

De acordo com o Sincomércio, o Sindicado do Comércio Varejista de Araçatuba, alguns setores já estão sendo mais favorecidos ao longo desta semana por conta da data. Áreas de vestuário, perfumes, eletrônicos e até ferramentas, estão demonstrando crescimento nas vendas em relação à semana passada.

Para a entidade, mesmo algumas lojas que não trabalham com artigos masculinos devem aumentar a comercialização no período, já que as liquidações de inverno coincidem com a primeira semana de agosto. A expectativa é que, ao comprar o presente para os pais, o consumidor também aproveite para fazer uma compra pessoal.

Segundo o presidente do Sincomércio, Gener Silva, o Dia dos Pais deve ser o pretexto para pessoas que estavam com saudades de ir às compras, já que as lojas ficaram boa parte da quarentena de portas fechadas. “Na verdade, presentear é o pretexto, a pessoa está a fim mesmo de fazer alguma compra, de sair, de olhar mercadoria, frequentar a loja. Nesse aspecto há uma esperança de crescimento pequeno”, avaliou o sindicalista.

Gener Silva diz que não dá para comparar as vendas deste ano com as de 2019 por conta do período de pandemia, e por isso não possui uma projeção de faturamento das lojas para o Dia dos Pais em 2020. “Nossa região tem uma perspectiva de crescimento, mas não podemos comparar com a expectativa numérica do ano passado, porque ano passado estávamos em uma normalidade, o comércio vinha em um crescimento. Comparar não dá porque tivemos uma grande parada no comércio, entretanto, o que as entidades falam é que há um ânimo muito grande em fazer compras, é uma oportunidade, por exemplo para a pessoa fazer compra e presentear no dia dos pais”, explicou Gener Silva.

As lojas do comércio de Araçatuba funcionam nesta sexta-feira das 12h às 16h e no sábado das 9h às 13h. Já o Shopping Praça Nova e o Araçatuba Shopping funcionam hoje e amanhã das 14h às 20h.

Vendas pela internet devem seguir em alta

Mesmo com todos os protocolos de saúde sendo seguidos pelas lojas da área central de Araçatuba, alguns consumidores ainda não se sentem seguros de ir às compras pessoalmente, principalmente aqueles que fazem parte dos grupos de risco para a covid-19.

Por conta disso, a previsão do Sincomércio é de que as vendas online, que cresceram durante a quarentena por terem se tornado praticamente a única opção dos lojistas, devem seguir em crescimento para o Dia dos Pais neste ano.

A entidade espera um aumento de até 10% nos pedidos realizados nas lojas de Araçatuba através das redes sociais como facebook, whatsapp e instagram. Para a direção do sindicato, a solidificação do e-commerce como canal de vendas para datas comemorativas garante a conveniência e facilita a comparação de preços.

CNDL prevê movimentação de R$ 18 bilhões

Embora os efeitos da crise causada pela covid-19 ainda estejam impactando negativamente na renda da população e no cenário de desemprego elevado, 58% dos brasileiros pretendem presentear no Dia dos Pais este ano, o que significa que 91,2 milhões de consumidores devem ir às compras. É o que aponta pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) em parceria com a Offer Wise.

Apesar de representar uma queda de 9 pontos percentuais nas intenções de compra em comparação ao ano passado, a data deve movimentar R$ 17,9 bilhões na economia.

O presidente da CNDL, José César da Costa, destaca a importância da data para o setor varejista, que ainda sofre as consequências do fechamento das lojas como medida de enfrentamento à disseminação da Covid-19. “Empresas de diversos segmentos considerados não essenciais se viram obrigadas a baixar suas portas em todo o país, impactando não apenas o faturamento das empresas, como ainda o emprego e o nível de renda. O momento é o de reabertura do comércio em diversas cidades do país, e saber que boa parte da população pretende ir às compras traz alívio ao setor e ao processo de retomada econômica”, afirma Costa.

A pesquisa mostra que a maioria dos entrevistados garante que espera gastar o mesmo valor que no último ano com os presentes (37%), enquanto o percentual daqueles que esperam gastar mais é de 18%.

Por outro lado, a fatia dos que pretendem gastar menos é de 34%. Os motivos mais citados para a redução dos gastos são o fato de querer economizar, estar com o orçamento apertado, as incertezas com relação ao cenário econômico e ter tido redução na renda.


Compartilhe esta notícia!