Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A Prefeitura de Birigui iniciou nesta quarta-feira, dia 29 de julho, obra de melhoria da rede responsável pelo envio de afluentes de esgoto do Núcleo Habitacional Thereza Maria Barbieri até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Segundo as secretarias municipais de Meio Ambiente e de Obras, serão duplicados 650 metros do emissário existente no bairro. A obra está sendo feita pela Saneast Engenharia, de Astorga-PR, que venceu a licitação, e deve terminar em 180 dias.

A administração está investindo R$ 422.825,91 para fazer a duplicação da rede, que há anos apresenta problemas em sua estrutura. O governo municipal trabalhou para conquistar o recurso junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro).

De acordo com o diretor de Coleta e Tratamento de Água, Luis Fernando Fernandes Mistrinel, no entroncamento entre o emissário do Ribeirão Baixotes e o do Córrego Biriguizinho há um estrangulamento devido a configuração do encontro entre os dois.

“O objetivo da obra é resolver este problema. O sistema atual conta com emissário de concreto de 80 centímetros de diâmetro. Teremos uma duplicação da rede, sendo essa com material mais resistente e mais moderno, com 60 centímetros de diâmetro”, explicou Mistrinel.

O secretário de Meio Ambiente de Birigui, Juliano Salomão, disse que a obra é a primeira parte de um projeto que irá instalar cerca de 3,5 quilômetros desta nova tubulação.

Além disso, já está aprovada a segunda etapa da obra, que irá ampliar mais 965 metros.

“Evitaremos problemas em dias de chuvas e qualquer risco de poluição do Córrego Biriguizinho e do Ribeirão Baixotes. Esta área já vem sendo muito castigada há anos. Essa obra irá resolver esse problema”, completou Juliano Salomão.


Compartilhe esta notícia!