Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Em relação à primeira reabertura do comércio, ocorrida no mês de junho, o movimento do calçadão, principal corredor comercial da cidade, foi mais controlado e consciente nesta segunda-feira, primeiro dia de atendimento presencial do comércio após paralisação exata de 1 mês nos trabalhos. Praticamente todos que estavam no local utilizavam máscaras e o controle de entrada nas lojas atendia a todos os protocolos de saúde para mitigação do contágio da covid-19. No entanto, o funcionamento em apenas quatro horas, pode causar aglomeração. O ideal seria atendimento em seis horas.

Próximo às 14h, horário marcado para a volta das lojas, a movimentação do local confundia-se ainda com a movimentação dos bancos e das lojas que oferecem opção de pagamento em crediário e que já recebiam consumidores dispostos a honrar compromissos já firmados.

Consumidores formaram filas em frente às lojas de eletrodoméstico e de roupas do calçadão, bem como em frente ao Multi Shop, praticamente todos utilizando máscaras e respeitando o distanciamento preconizado por fitas.

O Centro da cidade também registrava filas na agência da Caixa Econômica Federal na praça Rui Barbosa e em casas lotéricas para o pagamento de contas e o saque do auxílio emergencial, FGTS e aposentadorias.

O movimento de vendedores ambulantes cresceu com a volta do comércio, muitos deles comercializando máscaras, artigo que virou essencial durante a pandemia e obrigatório por lei em todo o estado.

Já os estabelecimentos do centro que tinham filas buscaram organizar seus clientes de forma que não ficassem próximos uns dos outros, evitando aglomerações.

Atendentes organizavam e limpavam prateleiras enquanto outros funcionários eram designados ao controle da entrada de consumidores, com aferição de temperatura e fornecimento de álcool em gel, além da exigência do uso de máscaras.

Decreto

O primeiro decreto pós volta de Araçatuba à fase laranja do Plano SP, com as normas para funcionamento das lojas, foi publicado apenas na manhã desta segunda-feira pela prefeitura de Araçatuba.

Além da regulamentação do horário, já modificado em novo decreto publicado hoje, e das medidas já preconizadas pelo Plano São Paulo, foi também recomendado que sempre após cada atendimento, as superfícies como balcão e máquinas de cartão devem ser higienizadas com álcool 70%.

Estabelecimento também devem divulgar em lugares visíveis as medidas para minimizar os riscos de contágio e contaminação da covid-19. As empresas também devem orientar funcionários a relatarem qualquer tipo de sintoma da covid-19 e afastar, neste caso, imediatamente o trabalhador.

Todas as lojas devem medir a temperatura de seus colaboradores, orientando-os a procurar atendimento médico caso seja igual ou superior a 37,8 C.

Espaços que fornecem serviços como advocacia, engenharia e consultórios, devem fazer atendimento agendado e individual, evitando acúmulo de pessoas na sala de espera. Já as concessionárias precisam fazer constantemente a higienização dos veículos do show room.

As medidas estarão sujeitas à fiscalização e multa ao proprietário caso não sejam cumpridas. Em caso de reincidência, pode ocasionar até em cassação do alvará para funcionamento do estabelecimento.

 


Compartilhe esta notícia!