Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Mais de 100 clientes compareceram no plantão de vendas do Residencial Aimoré, na área central de Araçatuba, na última semana e deram um passo importante na conquista de suas casas próprias.

Com a assinatura dos contratos junto à Caixa Econômica Federal, os futuros moradores garantiram o financiamento pelo Programa Minha Casa Minha Vida e firmaram o compromisso junto à Construtora RPS Engenharia, que já tem 15 mil unidades habitacionais entreguem no estado de São Paulo.

O projeto, considerado inteligente e diferenciado, chamou muito a atenção de vários clientes. A possibilidade de ampliação, o quintal espaçoso e a localização foram fatores determinantes para Juliana da Silva Ribeiro Corsato, escolher o Residencial Aimoré: “O modelo da casa com quintal despertou muito nossa atenção. Dá para ampliar, receber parentes no futuro e construir o terceiro quarto. Fora a localização também, que achei muito interessante por ser perto da faculdade. Já que tenho uma filha que futuramente irá fazer curso superior”, afirmou.

Já a atendente de farmácia Rosemeire de Paula Souza é casada com o vendedor Claudemir José de Souza há 15 anos e durante todo esse tempo moram com os pais de Claudemir. “Pra mim é a realização de um sonho que nunca tive oportunidade de concretizar. As expectativas são as melhores possíveis, pois finalmente estaremos em uma casa que é só nossa”, ressaltou Rosemeire.

 

Segurança

As assinaturas ocorreram com agendamento de horários, para não criar aglomeração. Todos foram orientados a utilizar máscaras e álcool em gel. Tudo ocorreu dentro das exigências dos órgãos competentes de saúde.

O Residencial Aimoré é um novo bairro planejado que está localizado na Rodovia Caram Resek, que será duplicada, facilitando ainda mais o acesso e valorizando a região.

Nessa primeira etapa, foram aprovadas 135 unidades de um total de 1318 unidades e a fase 2 já está sendo comercializada.

O Plantão de vendas fica na Rua Riachuelo esquina com Avenida dos Araçás. Outras informações também poder ser obtidas através do site, residencialaimore.com.br.

 

Investimento

O residencial Aimoré engloba clientes das faixas 1,5, 2 e 3 do programa Minha Casa Minha Vida do governo federal. A faixa 1,5 contempla pessoas com renda familiar de até R$ 2.600, a faixa 2 é para famílias com renda de até R$ 4 mil, enquanto a faixa 3 engloba famílias com renda entre R$ 4.001 e R$ 7 mil.

De acordo com o gerente comercial da RPS Engenharia, Luiz Celso de Castro Júnior, mesmo com a pandemia, é um bom momento para se adquirir um imóvel. Ele afirma que há várias facilidades que podem ser obtidas agora, exatamente pela dificuldade enfrentada por todo o país. “Nós estamos em um momento difícil agora, geral, mas nós acreditamos que é um momento ideal para estar fazendo a aquisição do seu imóvel. Até pelas facilidades que a própria Caixa implantou recentemente, com prorrogação de cobrança de parcela de financiamento, prorrogação das parcelas de seguro obra durante esses meses que estão difíceis por conta da pandemia, a construtora também antevendo essa questão ela já prorrogou a questão de parcelas de entrar para iniciar somente em julho, e nós vamos acompanhar de perto a evolução da economia neste momento”, explicou o gerente.

O residencial Aimoré é composto por casas com terrenos de 160 metros quadrados, sendo 104 metros quadrados de área construída, outros 48 metros quadrados de quintal, e 8 de garagem, onde cabem dois veículos com folga. As casas têm ainda 2,5 m de corredor que separam umas das outras. “Nós pensamos na questão da privacidade posicionando as duas portas, tanto a da frente quanto a de serviços voltadas para lateral, para que não fique expondo para rua a casa. O projeto interno nós pensamos em cada detalhe, posicionando banheiro de frente pros quartos, garantindo mais comodidade dentro da casa, além de ela ser construída toda em concreto, as paredes e as lajes são de concreto, o que permite inclusive alterações de projeto, o cliente poderá fazer ampliações sem que afete a estrutura da casa”, concluiu Castro.

A Residencial Aimoré 1


Compartilhe esta notícia!