Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

A Secretaria de Saúde de Birigui, por meio do Programa Municipal de IST/Aids e Hepatites virais, realizará a Campanha de Testagem Rápida para Hepatite B e C.

Trata-se da Campanha Julho Amarelo, que será de 27 a 31 de julho, com o objetivo promover ações de prevenção e diagnóstico precoce das hepatites virais.

Em função da pandemia de coronavírus e as orientações do Programa Estadual de Hepatites Virais, esse ano a Campanha Julho Amarelo será restrita, sem ações que promovam aglomeração de pessoas. Também não acontecerá o Dia D da campanha.

 

CAMPANHA JULHO AMARELO

 

De 27 a 31 de Julho

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) realizará a testagem para Hepatites B e C somente em pessoas acima de 40 anos.

Os testes rápidos devem ser agendados previamente pelo telefone (18) 3643-6262. O atendimento é das 7h às 13 horas, de segunda à sexta-feira.

Para não haver espera e aglomeração de pessoas no CTA, os testes serão agendados durante a semana da campanha por horários, sendo assim, quem tiver interesse deve agendar seu exame via telefone e não pessoalmente, pois as vagas são limitadas a capacidade segura de atendimento do serviço.

As Hepatites B e C são doenças causadas por vírus que prejudicam o fígado e silenciosas na maioria dos casos, ou seja, não apresentam sintomas.

Elas podem levar a problemas graves como a cirrose, câncer e em alguns casos causar diabetes. Podem ser transmitidas por relações sexuais ou uso de objetos que entraram em contato com sangue contaminado, como agulhas e seringas, lâminas de barbear, escova de dentes, materiais de manicures e estúdios de tatuagem quando não esterilizados.

Existem tratamentos disponíveis no SUS para quem tem Hepatite B ou C, o que pode levar a cura de muitos casos.

Em Birigui o acompanhamento e tratamento desses pacientes é feito pelo Serviço de Assistência Especializada, onde são realizadas consultas periódicas, exames de rotina e fornecimento das medicações.

egundo a Secretaria de Saúde de Birigui, a população-alvo da campanha são as pessoas com mais de 40 anos, porque, segundo o Ministério da Saúde, estima-se que no Brasil existam 700 mil pessoas infectadas e que maioria delas se infectou em transfusões realizadas antes de 1993 (quando ainda não existiam testes para detectar o vírus nos bancos de sangue ou ao compartilhar seringas).

Os testes rápidos são feitos com punção digital (parecido com exame de glicemia) e levam cerca de 30 minutos para sair os resultados, sendo que os pacientes podem levar seus resultados na hora.

É importante que as pessoas que procurarem os testes estejam preferencialmente portando um documento com foto (RG ou CNH) e não é necessário jejum para a coleta do sangue.

Na data do exame será obrigatório o uso de máscara e as pessoas que estiverem com sintomas gripais na data do exame deverão agendar nova data de coleta.

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) fica anexo ao Centro de Especialidades, na Praça Gumercindo de Paiva Castro, Centro.


Compartilhe esta notícia!