Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

2020 já é o segundo ano com maior número de casos de dengue em Araçatuba na década. O índice foi atingido após o último boletim da Vigilância Epidemiológica de Araçatuba, divulgado no final da tarde desta segunda-feira.

Foram 139 casos registrados em 10 dias, desde a última atualização dos dados que havia sido feita no dia 19 de junho. Com isso, Araçatuba passou a ter 1.940 casos de dengue neste ano, superando todo o ano de 2014, quando foram registrados 1.861 casos da doença causada pelo mosquito Aedes aegypti.

Este ano, portanto, só fica atrás agora de 2019, quando foi registrada uma epidemia de dengue na cidade. Foram 7.879 casos ao todo. Se levar em consideração toda a série histórica, desde 1998, o ano de 2020 aparece na quinta colocação no número de casos, atrás também dos números absolutos de 2010 (11.509), 2003 (3.092) e 2006 (2.380).

A boa notícia é que, ao menos, não foi registrada nenhuma morte por conta da doença em 2020. Ao longo de toda a década, iniciada em 2011, Araçatuba teve apenas 3 casos fatais de dengue, que foram registrados em março de 2014, janeiro de 2017 e maio de 2019.

O mês com o maior número de casos de dengue em 2020 foi março, que fechou os dados com 625 casos. Os números foram altos também em fevereiro, com 591 casos; abril, com 328 casos; e janeiro, com 276 casos.

Com a diminuição das temperadas no outono e inverno, o que dificulta o desenvolvimento do mosquito Aedes aegypti, causador da doença, os casos tiveram uma queda.

Os meses de maio e junho foram os únicos do ano a registrarem apenas dois dígitos de casos, contra três dígitos dos meses anteriores. Foram 90 ocorrências de dengue em maio e outras 30 até o penúltimo dia do mês de junho.

Zika e Chikungunyia

Araçatuba segue zerada de casos de Chikungunya e zika vírus em 2020. O último caso registrado de Chikungunya no município foi há dois anos, em junho de 2018. Quanto ao zika vírus, Araçatuba não registra casos desde maio de 2016.

Picadas de escorpião

A cidade tem até o momento 668 casos de acidentes com escorpião. São 54 acidentes a mais do que o registrado no último boletim da vigilância epidemiológica, divulgado em 19 de junho.

Araçatuba registra, até o momento, uma média de 3,69


Compartilhe esta notícia!