Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Após avançar na implantação da central de acolhimento técnico para pacientes sintomáticos e assintomáticos da covid-19 em Birigui, os envolvidos na implantação da central estiveram reunidos na manhã de quarta-feira (24) na sede da Associação Comercial e Industrial de Birigui (Acib).

A Acib e o Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui (Sinbi), que já são parceiros da Prefeitura de Birigui, estarão atuando também em trabalhos relacionados à central.

É mais uma das ações da administração com importantes parcerias para o enfrentamento da pandemia do coronavírus. A ação faz parte da agenda do PRAEBI (Plano de Retomada das Atividades Econômicas de Birigui).

“Passamos pela primeira etapa, que foi conquistar o local onde a central será montada: no Centro Médico Hospitalar de Birigui (prédio do antigo pronto-socorro). Agora estamos em busca da captação de testes rápidos para detectar a covid-19”, explicou Eliel Robson Lemes Ribeiro, presidente da comissão executiva dos ODSs de Birigui.

Segundo Eliel, foi a primeira reunião do grupo de trabalho que pretende ampliar a testagem para o isolamento vertical e o rastreamento de contactante.

Representantes das secretarias de Saúde, Governo, Esportes e Assistência Social, do grupo União à Saúde, do Sinbi e da Acib, todos voluntários, discutiram sobre o formato do plano de trabalho para implantação no município.

A central de acolhimento fará um atendimento não presencial, oferecendo um 0800 para ligações gratuitas e orientando por meio das redes sociais.

A ação visa dar mais segurança, diminuindo o fluxo desnecessário de pessoas que buscam unidades de saúde com suspeita de covid-19.

Idealizado pelo grupo Noroeste com Vida, a central de acolhimento técnico para pacientes sintomáticos e assintomáticos da covid-19 pretende promover impactos sociais positivos de acesso, acolhimento, monitoramento e intercomunicação com a população através de mídias digitais, chatbot e telefone, atuando diretamente na qualidade de serviços voltados ao acolhimento dos pacientes.

“Estruturamos um grupo formado por voluntários da cidade, técnicos e representantes da comunidade que irão auxiliar na aplicação dos testes para a covid-19. É um momento de união, que visa promover ações estratégicas de enfrentamento ao coronavírus”, disse o secretário de Governo da Prefeitura de Birigui, Carlos Farias.


Compartilhe esta notícia!