Compartilhe esta notícia!

 

O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, e o secretário municipal de Governo, Carlos Farias, receberam na tarde de sexta-feira (19) representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) para tratar sobre o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

A Prefeitura de Birigui quer agilidade para trazer para o município essa linha de crédito, já que várias empresas da cidade sofreram impacto financeiro com a pandemia da covid-19.

O programa tem por objetivo garantir recursos para o estímulo e fortalecimento dos pequenos negócios, além de manter os empregos, já que essa é uma das exigências para que a empresa possa contratar o crédito.

O governo municipal já colocou em prática seu Plano de Retomada das Atividades Econômicas de Birigui (PRAEBI), que foi desenvolvido em parceria com o Sinbi (Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui), Acib (Associação Comercial e Industrial de Birigui) e o Sincomércio.

Em reunião realizada na Prefeitura de Birigui, além do prefeito, do secretário e dos representantes da Caixa, estiveram presentes o presidente do Sinbi, Renato Ramires, e o presidente da Acib e do Sincomércio, Maurício Pazian.

“Unimos forças para que a Caixa dê agilidade ao acesso a essa linha de crédito emergencial do governo federal, instituída pela Lei nº 13.999, de 18 de maio de 2020”, disse o prefeito Cristiano Salmeirão, que solicitou o encontro.

Segundo o secretário de Governo de Birigui, Carlos Farias, a reunião faz parte das ações do PRAEBI. “Nosso Plano terá uma ação local de cooperação específica para o PRONAMPE, envolvendo esses parceiros que irão trabalhar em conjunto. As entidades representativas irão auxiliar os empresários na desburocratização”, explicou Carlos Farias.

A Caixa Econômica Federal foi representada pela superintendente executiva de varejo, Kelly Araújo Rodrigues, e pelo gerente regional da superintendência regional de Presidente Prudente, José Alexandre do Rego.

“A Caixa é o banco do micro, do médio até o grande empresário. Todos ganham com essa aproximação neste momento. Estamos de portas abertas para essa parceria”, disse a superintendente executiva de varejo da Caixa.

O prefeito ressaltou que a cooperação das entidades organizada pelo Praebi foi fundamental para a operação e liberação de R$ 1 milhão na linha de crédito emergencial do governo estadual, através do Banco do Povo de Birigui.

“Isso possibilitou financiamentos de R$ 20 mil para despesas fixas e folha de pagamento para 50 empresas da cidade que sofreram impactos da pandemia da covid-19”, frisou Cristiano Salmeirão.

 

O encontro teve o objetivo de montar uma estrutura adequada para dar esse apoio aos empresários. “A Acib e o Sinbi irão montar estruturas em suas sedes para atender os empresários interessados no PRONAMPE”, disse o presidente da Acib, Maurício Pazian.

Para o presidente do Sinbi, hoje o crédito é uma prioridade no atual cenário. “Uma linha de crédito com juros coerentes é fundamental para a retomada das atividades econômicas de Birigui. O caminho é a união, o cooperativismo”, falou Renato Ramires.


Compartilhe esta notícia!