Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – BIRIGUI

O 2º BPAmb, Batalhão de Polícia Ambiental Militar de Birigui, comemora hoje 43 anos de atuação e para marcar a data o efetivo atuou nas últimas semanas em diversas ações de educação ambiental e em operações policiais voltadas ao combate de crimes ambientais comuns na área de atuação.

Durante os trabalhos, 1.939 pessoas foram orientadas recebendo informações sobre práticas que promovam o equilíbrio do meio ambiente e a consequente melhoria da qualidade de vida em comunidade. O trabalho de educação e orientação ambiental foi feito em diversos pontos da região de Araçatuba.

Já as operações da Polícia Ambiental resultaram na apreensão de 15 armas de fogo, na fiscalização de 1.131 propriedades rurais, 25 madeireiras e de 238 criadores de pássaros, além do atendimento de 744 denúncias que acabaram com a lavratura de 544 autos de infração ambiental e na apreensão de mais de 9 mil metros de rede de pesca irregular.

Segundo nota enviada pela assessoria de comunicação da Polícia Ambiental de Birigui, os números traduzem o engajamento da Polícia Militar de São Paulo na preservação da ordem pública e da confiança.

O batalhão

Fundado em 21 de junho de 1977, o Batalhão de Polícia Ambiental de Birigui está localizado na Travessa Marechal Deodoro, número 107, no centro de Birigui.

Entre os anos de 1977 e 1989, os trabalhos do batalhão abrangiam uma área de 341 municípios do interior de São Paulo, totalizando uma área de cobertura de mais de 141 mil km².

Em 1989, com a criação do Batalhão de São José do Rio Preto, a área de atuação da corporação biriguiense ficou em 186 municípios, com uma área de mais de 77 mil km², mais de 5 mil km de rios navegáveis e 20 unidades de conservação.

O 2º Batalhão de Polícia Ambiental atua nas regiões administrativas de Araçatuba, Bauru, Presidente Prudente e Marília e é um dos quatro batalhões ambientais existentes no estado de São Paulo.

Chamada até 2001 de “Polícia Florestal”, o termo “Polícia Ambiental” foi modificado em novembro de 2001 pelo então governador do estado Geraldo Alckmin (PSDB).

O 2º BPAmb promoveu diversas ações preventivas e repressivas nos últimos 12 meses.

Neste período foram apreendidas 182 armas de fogo, houve a fiscalização de 16.130 propriedades rurais, 161 madeireiras e de 774 criadores de passeriformes, o atendimento de 7.903 denúncias, a lavratura de 3.498 Autos de Infração Ambiental e a apreensão de mais de 171.266 metros de redes utilizadas na pesca irregular.


Compartilhe esta notícia!