Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – BIRIGUI

Com a suspensão das aulas em função da pandemia da covi-19, as atividades do Programa Birigui Integral estão disponíveis na internet, em um canal no YouTube.

O Programa Birigui Integral promove a ampliação da jornada escolar para, no mínimo, sete horas diárias. A meta é fazer com que os alunos fiquem mais tempo na escola e participe de processos formativos que se desenvolvem na convivência, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais, organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.

O principal objetivo é levar para dentro das escolas uma diversidade de experiências e práticas sociais, culturais, artísticas e educacionais.

“Como dizem os jovens: é um ‘rolê’ legal e esse ‘rolê’ que ocorre nas comunidades está sendo levado para dentro das escolas participantes do programa. As aulas contam com instrutores de judô, capoeira, balé, músicos, contadores de histórias, artistas, responsáveis por horta comunitária, entre outros”, explicou a secretária de Educação de Birigui, Meiriane Beltran.

Exatamente por envolver a comunidade, as ações do programa são realizadas por mediadores selecionados nos bairros, na comunidade em que a escola está inserida. Os monitores são escolhidos via processo seletivo, feito pelas próprias escolas que estão no programa.

 

LEI MUNICIPAL

Com a experiência vivida durante os anos de 2014 a 2017, quando o município de Birigui participou do Programa Mais Educação, do Governo Federal, a secretária de Educação de Birigui e o prefeito Cristiano Salmeirão elaboraram o Programa Birigui Integral, que se transformou em lei municipal (6.721, de 26 de abril de 2019).

Em 2019, primeiro ano do Birigui Integral, 417 alunos foram atendidos pelo programa, que contava com cinco escolas participantes: EM Professora Geni Leite da Silva, EM Professora Izabel Branco, EM Professor José Sebastião Vasques Calçada, EM Professor Luciano Augusto Canellas e EM Professora Ruth Pintão Lot.=

Em 2020, a EM Professora Yvonne Miragaia Peruzzo passou a fazer parte do programa, que atualmente atende 485 alunos. Eles praticam atividades como estudo e leitura, capoeira, dança, jogos pedagógicos, práticas circenses, recreação e lazer, iniciação musical, entre outras.

“A intenção da rede municipal de ensino é continuar ampliando o número de vagas do programa, de forma que novas escolas possam iniciar 2021 com a oferta de educação integral”, falou a secretária Meiriane.

Segundo ela, cada novo aluno estudando em tempo integral significa, também, o recebimento de mais recursos federais, por meio do FUNDEB (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica).

“Além de entender a educação integral como direito de cidadania da criança e do adolescente, a Secretaria Municipal de Educação espera possibilitar a formação de novos talentos e melhorar, ainda mais, a qualidade da educação dos alunos da rede municipal”, salientou a secretária.

As atividades do Programa Birigui Integral estão disponíveis no canal https://www.youtube.com/channel/UCZgbdIVQCifHFx3JZpgMlIQ.

 

GRATIDÃO

A secretária de Educação de Birigui elogiou a iniciativa dos monitores que estão disponibilizando as atividades do Birigui Integral no YouTube.

“Além das excelentes atividades que oferecem nas escolas, os monitores estão empenhados em levar isso para seus alunos neste momento de isolamento social. Parabéns aos envolvidos nesta excelente iniciativa. As aulas pela internet são excelentes opções de atividades que podem ser feitas em família”, completou.


Compartilhe esta notícia!