Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

A Santa Casa de Araçatuba já dispõe de 9 leitos de Unidade de Terapia Intensiva exclusivos para tratamento de pacientes confirmados ou suspeitos de covid-19. A autorização foi anunciada nesta semana pelo diretor do Departamento Regional de Saúde de Araçatuba, Sérgio Smolentzov ao administrador e o diretor técnico do hospital, Mauro Inácio da Silva e Giulio Stanco Coscina Neto que haviam feito o pedido .

Desde o início da pandemia, pacientes de covid-19 em quadros clínicos graves, eram tratados em leitos UTI Geral Adultos que chegou a registrar média diária de 5 pacientes positivados ou suspeito de covid-19, ou seja mais de 50% em relação ao total de 9 leitos da Unidade.

Com os leitos exclusivos, os casos graves de pacientes infectados pelo coronavírus ou sob suspeita de infecção dos 40 municípios para os quais a Santa Casa de Araçatuba é referência passam a ter assistência, que local adaptado e acordo com as normas de enfrentamento e equipe exclusivos para o tratamento.

A estrutura é a mesma que a direção do hospital montou emergencialmente em setembro do ano passado no Hospital a Rim, para a UTI Geral Adultos que precisou ser transferida às pressas em decorrência de problemas da rede hidráulica do prédio localizado em uma ala do pavimento térreo da torre principal da Santa Casa de Araçatuba.

O prédio foi reformado e reequipado e desde sexta-feira (15/5) a UTI Geral Adultos voltou a funcionar em seu prédio original com 10 leitos exclusivos para pacientes gerais.  “Como já tínhamos a previsão de que UTI Geral voltaria a funcionar em seu local de origem durante a pandemia, pleiteamos ao DRS, em conjunto com a administração do hospital, o credenciamento dos 9 leitos remanescentes para criação de UTI exclusiva ao tratamento de covid”, explica o diretor técnico da Santa Casa de Araçatuba.

 

Estrutura Independente

De acordo com o médico Giulio Stanco Coscina Neto os 9 leitos já estavam montados com todos os equipamentos necessários ao tratamento intensivo de vitimados pelo coronavírus e equipes médicas e de enfermagem necessários capacitada ao atendimento dos casos.

A nova unidade dispõe de estrutura de interligação que possibilita que os fluxos entre o Hospital do Rim e as duas torres da Santa Casa de Araçatuba ocorram de forma independente e sem causar impacto nas rotinas dos pacientes atendidos pela unidade de tratamento renal.

Funcionando no segundo andar do prédio do Hospital do Rim, a UTI de pacientes da covid-19    é   totalmente isolada das atividades dialíticas. “Os fluxos de entrada e saída de pacientes da covid-19 são feitos através de rampa de interligação da Santa Casa com o Hospital do Rim”, afirma Coscina Neto ao informar que a rampa recentemente restaurada pela direção da Santa Casa interliga diretamente os leitos do Isolamento, ala que funcionada no segundo andar do hospital com a nova UTI, sem nenhum contato com as demais repartições do Hospital do Rim.

O diretor técnico da Santa Casa de Araçatuba, também destaca que o hospital adotou as regras anticoronavírus   que transformam todo ambiente hospitalar em anticovid, “com todos os cuidados de isolamento e uso de equipamentos de proteção individual necessários para evitar o contágio”.

 

UTI Renal

A utilização dos 9 leitos  em caráter provisório, mas após a pandemia a direção do hospital pretende conseguir o credenciamento da nova UTI para atendimento exclusivo de pacientes de doenças renais crônicas. “ A UTI  exclusiva para o Hospital do Rim é mais uma etapa dos trabalhos que a administração e direção técnica estão realizando para criação da estrutura necessária à realização de transplantes renais na Santa Casa de Araçatuba”, informa Coscina Neto. As implantações da especialidade de transplante renal completarão as atividades do Hospital do Rim, unidade de referência regional para tratamento de pacientes de Doença de Renal Crônica.

 

Reforma

Com 10 leitos e estrutura para chegar até 12 leitos, o prédio da UTI Geral Adultos foi totalmente reformado e revitalizado. Somente com as obras, a direção da Santa Casa de Araçatuba investiu aproximadamente R$ 80 mil na instalação de nova rede para escoamento de esgotos que substituiu a anterior que desgastada pelo tempo rompeu em setembro de 2019.

O prédio também recebeu forro da nova geração de revestimentos para tetos hospitalares, e revisões das redes de gases e climatização de ar.  Para montagem dos leitos também foram necessárias substituições de cortinas e acessórios de equipamentos.

A coordenadora da Comissão de Captação de Recursos da Santa Casa, Maria Ionice Zucon também iniciou a substituição das camas e colchões da UTI. Com R$ 18 mil repassados pela Justiça do Trabalho e Ministério Público do Trabalho de Araçatuba, já foram compradas 6 camas e colchões de nova geração de equipamentos hospitalares que deverão ser entregues proximamente.

 

Infográfico

Com a nova Unidade de Terapia Intensiva a Santa Casa de Araçatuba atinge 49 leitos de UTI

49 leitos de UTI

 

17 leitos neonatais

3 leitos pediátricos

10 leitos coronarianos para adultos

10 leitos gerais para adultos

9 leitos para covid-19

 


Compartilhe esta notícia!