Compartilhe esta notícia!

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Durante a construção da Usina Souza Dias (Jupiá), a Companhia Energética de São Paulo (Cesp) instalou o complexo do Laboratório de Hidráulica para ensaios e testes. Ao término das obras, o local perdeu a finalidade. Anos depois, durante o processo de desmobilização do patrimônio regional, a Cesp repassou a área de aproximadamente 2100 mil metros quatros ao município. Somente agora, quase duas décadas depois, a Prefeitura conseguiu dar destinação adequada com dois benefícios diretos. No local será construída uma indústria de urnas funerárias que pode gerar mais de 100 empregos e com o dinheiro arrecadado vai construir a sede da Polícia Militar, que tem contribuído muito para a segurança no município.

A abertura dos envelopes da licitação foi na quarta-feira com quatro participantes. O vencedor foi Isaias Raimundo dos Santos, de Taboão da Serra, que ofereceu o maior preço: R$ 701.700,00. Além do ganhador, participaram da licitação Silmar Nogueira da Silva, de Andradina, com proposta de R$689.500,00, Clodoaldo Pereira do Nascimento, de Castilho,  com proposta de R$ 685.000,00 e a empresa FMS Comércio de Materiais de Construção EIRELI, que embora tenha depositado o valor da caução, foi desclassificada por não apresentar a documentação correta.

A prefeita Fátima Nascimento determinou que o valor da venda desse imóvel será usado na construção da nova sede do Pelotão da Polícia Militar em Castilho. “Infelizmente aquele local não está tendo serventia para o município. Então colocamos a venda para construir a sede da Polícia que tem prestado relevantes serviços a nossa cidade e merece um prédio novo e adequado”, destacou a prefeita.

O complexo industrial tem três galpões, sendo dois com 1759 metros quadrados e um com aproximadamente 6 mil metros quadrados. Os galpões precisam de uma ampla reforma porque estão muito deteriorados pelo tempo em desuso.

De acordo com assessores da Prefeitura de Castilho, está confirmado será instalado uma indústria de produção de urnas funerárias, que poderá gerar mais de 100 empregos diretos.

 

-x–x-

RETRANCA

 

No passado, prefeitura negociou para instalar montadora de veículos

Em junho de 2008, na administração do prefeito Joni Buzachero, a Prefeitura de Castilho anunciou como grande conquista a cessão, por 30 anos, do galpão de 6 mil metros quadrados para instalação da montadora de veículos Gurgel. O contrato previa na época investimentos de R$ 500 mil na recuperação do barracão, além da geração de muitos empregos.

Para impressionar, alguns veículos da empresa chegaram a circular pelo local na época da assinatura do contrato. No entanto, foi mais uma das muitas promessas do ex-prefeito Joni Buzachero. A montadora de veículos anunciada jamais saiu do papel.  Os galpões continuaram abandonados por mais vários anos.

 

 

 

 

 


Compartilhe esta notícia!