Home Cidades Araçatuba Polícia Rodoviária persegue e apreende caminhonete carregada com cigarro

Polícia Rodoviária persegue e apreende caminhonete carregada com cigarro

4 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – BIRIGUI

Na manhã desde sábado, policiais rodoviários da Base de Araçatuba, com apoio de equipes do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), perseguiram e prenderam o condutor, C.V.B,, de 51 anos, residente em Paranavaí (PR). Ele conduziu uma S-10 e fugiu da abordagem no quilômetro 13 da Rodovia Gabriel Melhado, já em Birigui. Foi perseguido e foi abordado já no perímetro urbano de Birigui. A ocorrência foi apresentada na Polícia Federal de Araçatuba. O condutou foi autuado em flagrante e levado para a cadeia de Penápolis, ficando à disposição da Justiça.

Os policiais estavam em trabalho de rotina, quando suspeitaram de um veículo GM S-10, preta, placas Mercosul BAQ-2F47, que transitava no sentido Bilac a Birigui. O condutor não obedeceu à determinação e fugiu em alta velocidade. A partir daí teve início cerco com a participação de várias viaturas e policiais. A abordagem ocorreu já na área urbana. O condutor foi detido.

Durante vistoria, os policiais militares rodoviários constataram que a caminhonete estava completamente carregada de cigarros, provenientes do Paraguai, sem nota fiscal, o que caracteriza contrabando. Além disso tinha um rádio comunicador escondido sob o painel. Após consulta pelo número do chassi, os policiais confirmaram que a placa original do veículo é AZO-1555, de Andirá-PR e, que a referida caminhonete, é produto de ilícito no estado do Paraná.

Os policiais apresentaram a ocorrência na Polícia Federal, em Araçatuba. O condutor disse que pegou a caminhonete carregada com aproximadamente 2 mil pacotes (20 mil maços) de cigarro em Paranavaí e a deixaria em Birigui. Ele recebeu R$ 400 pelo transporte. C.V.B. foi autuado em flagrante por contrabando, receptação e infração à Lei das Comunicações (art. 183 da Lei Federal 9.472/97). O veículo, rádio comunicador e a carga ilícita foram apreendidos.

Participaram da ocorrência os cabos Edwilson e Silva Junior, que tiveram apoio das equipes do TOR, subtenente Fausto, cabo Valdenor e soldado Calixto, subtenente Silazaki, cabo Vandrame e soldado Setolim e também dos cabos Da Silva e Gonzales.


Compartilhe esta notícia!