Home Cidades Araçatuba Vereador quer o fim do “isolamento comercial” em Araçatuba

Vereador quer o fim do “isolamento comercial” em Araçatuba

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

Em entrevista concedida para a Clube FM e o jornal O LIBERAL REGIONAL, o vereador Lucas Zanatta (PV), afirmou que o fechamento do comércio em Araçatuba está fazendo mais mal para as pessoas do que a covid-19 propriamente dita. Para o parlamentar, que já vem defendendo à reabertura há algumas semanas, está havendo apenas um “isolamento comercial”, já que as pessoas seguem nas ruas.

Zanatta conversou com a reportagem logo após gravar um vídeo para suas redes sociais, onde comentou o fato de a Santa Casa ter 45 respiradores disponíveis (agora 48 após doação realizada na última quarta-feira) e apenas 3 estarem sendo utilizados no momento. Na gravação, o parlamentar classificou como “frustrante” o decreto publicado pela prefeitura que mantém boa parte do comércio fichado no município. Segundo ele, Araçatuba tem um índice de casos baixo e não há motivos para manter as portas das lojas fechadas. “As pessoas vão voltar a trabalhar por uma questão de sobrevivência, elas precisam viver, precisam comer, precisam pagar as contas, então nós estamos produzindo um efeito extremamente pior com o remédio, ou com essa tentativa de conter o vírus, do que o vírus em si. É só o comércio que está parado”, afirmou o vereador.

O político já fez dois ofícios encaminhados à prefeitura pedindo pela abertura do comércio. Em um deles, ele dá a ideia de uma reunião conjunta de prefeitos do interior paulista com o governador João Dória, para conscientizá-lo sobre a situação controlada quanto ao coronavírus. “Os prefeitos da região deveriam se juntar e falar com o governador porque as medidas dele são desproporcionais e demonstram uma inabilidade de lidar com o estado, que tem diferentes realidades”, opinou Zanatta.

Lucas Zanatta chama o isolamento que está ocorrendo em Araçatuba de “Isolamento comercial”, para ele, o comércio é o único que está sendo prejudicado na cidade. “O próprio ato do governador, de ter verificado 50% de isolamento dos habitantes do estado, demonstra que o isolamento é única e exclusivamente comercial, as pessoas estão se encontrando, não faz sentido, graças a Deus nós não atingimos os números catastróficos e apocalípticos que tinham se previsto”, disse.

Zanatta defende que haja reabertura das lojas com uma série de cuidados de higiene, para que todos fiquem seguros e a economia volte a girar. “Eu acho que a abertura tem que ser focada nos cuidados que as pessoas têm de relacionamento. Porque o vírus não tem hora, não olha para data, o vírus está aqui desde antes do carnaval, o que é o necessário? O uso de máscara, o isolamento das filas, lavagem de mão, uso de álcool gel”, concluiu.

Santa Casa confirma que respiradores foram suficientes até aqui

A fala de Lucas Zanatta sobre o número de respiradores foi confirmada pela assessoria de imprensa da Santa Casa de Araçatuba. Segundo nota distribuída à imprensa, o hospital possui, de fato, 48 respiradores artificiais, sendo que os últimos 3 foram doados pela empresa Suzano, que doou mais de 150 aparelhos para hospitais de vários estados, na última quarta-feira.

Dos 48 respiradores, 45 estão alocados nas UTIs Geral Adulto, Coronariana, Neonatal e Pediátrica. Até agora, com uma media diária de 3 a 4 pacientes na UTI Geral Adulto e outros 2 a 3 pacientes por dia na UTI Neonatal e Pediátrica, os respiradores têm sido suficientes.


Compartilhe esta notícia!