Home Cidades Araçatuba Incêndio criminoso atinge base da Polícia Militar

Incêndio criminoso atinge base da Polícia Militar

5 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

VÍTOR MORETTI – GASTÃO VIDIGAL

Um incêndio criminoso destruiu totalmente uma viatura e deixou parcialmente queimado o imóvel onde funciona o 2º Grupamento da Polícia Militar de Gastão Vidigal, na região de Araçatuba, na noite de segunda-feira (20). Horas depois, já durante a madrugada, dois rapazes, um de 24 e outro de 25 anos, foram presos em flagrantes suspeitos do crime. Eles teriam agido por vingança.

Segundo informações apuradas pela reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL, o incêndio começou por volta das nove horas da noite na rua Antônio Fermino da Silva. Não havia nenhum policial militar na base naquele momento e a viatura estava estacionada na garagem.

As chamas se alastraram rapidamente. Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Araçatuba foi acionada para prestar apoio no local. Mas, àquela altura, um caminhão-pipa de uma usina sucroalcooleira já tentava apagar o fogo.

Alguns minutos depois, com a chegada dos caminhões, o incêndio foi controlado, mas muitos danos permaneceram, tanto na estrutura do grupamento quando na viatura, esta com perda total.

Os policiais militares localizaram dois galões de cinco litros cada um contendo gasolina, alimentando ainda mais a suspeita de que o fogo tenha sido causado de propósito.

A partir de então, os PMs passaram a fazer diligências na tentativa de encontrar os autores e chegaram até a dupla, que horas antes havia sido abordada por uma equipe policial na entrada do município de Nova Luzitânia.

VINGANÇA

De acordo com a polícia, um dos suspeitos de ter provocado o incêndio estava em uma moto e levava na garupa um adolescente que foi buscar em Santo Antônio do Aracanguá. O motociclista foi abordado pela equipe policial de Gastão Vidigal durante a manhã de segunda-feira.

Por estar com a documentação irregular, o veículo foi apreendido, o que teria motivado a vingança em atear fogo na base da PM na cidade. O menor foi ouvido na presença de um responsável e confessou que aquele que havia lhe dado carona tinha combinado com o outro autor de atearem fogo no imóvel para se vingar da abordagem.

PRISÃO

Diante dessas informações, os dois jovens, ambos moradores em Gastão Vidigal, foram localizados e presos em flagrante por danos qualificados e patrimônio público e incêndio criminoso. Eles foram ouvidos pelo delegado e encaminhado para a Cadeia Pública de Penápolis, onde deverão aguardar vaga em alguma unidade prisional da região. A Polícia Civil abriu inquérito para dar andamento às investigações sobre o ocorrido.

O grupamento da polícia foi isolado para o trabalho da perícia técnica. Um laudo deverá ficar pronto em até 30 dias para auxiliar na apuração a partir de agora.


Compartilhe esta notícia!