Home Cidades Araçatuba Dicas de atividades para os idosos no período de quarentena do Covid-19

Dicas de atividades para os idosos no período de quarentena do Covid-19

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

VINÍCIUS SANCHES
O isolamento domiciliar, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é essencial para que possamos controlar a pandemia do Coronavírus (COVID-19), visto que até o presente momento o Brasil tem 77 mortes por Covid-19- confirmardas e 2.915, sabemos que os idosos fazem parte do grupo de risco.
Ficar em casa, além de ser uma ação responsável a fim de zelar pela nossa saúde e das demais pessoas – principalmente os idosos e outros grupos de risco.
No caso dos idosos, a situação é ainda mais delicada. Como muitos moram sozinhos e não podem ter contato com familiares, o psicopedagogo e gerontologista Vinícius Sanchez orienta a manter a rotina e estar presente de forma virtual ou pelo telefone com idoso.
“Alguns idosos apresentam resistência em ficar no isolamento porque ir ao mercado, farmácia, banco eram atividades que faziam parte da rotina deles, que davam movimento ao dia a dia”, observa a “Agora é hora dos filhos, dos netos e amigos estarem presente e não, necessariamente, de forma presencial.”
As ligações são fundamentais para os idosos se sentirem cuidados, queridos. “Se possível, fazer chamadas de vídeo, não só para perguntar se está bem, também é hora de deixar o assunto coronavírus de lado, procure falar do que está fazendo, mostrar os netos, os animais de estimação, fazer um contato prazeroso.”
DICAS PARA TRABALHAR COM OS
IDOSOS EM QUARENTENA DO COVID-19
Ficar em casa pode também significar oportunidades de descobertas, de resgatar memórias.
Seguem sugestões que servem como ponto de partida para afastar o tédio do idoso em quarentena, lembrando que a tecnologia deve ser vista como uma grande aliada nesse momento.
1) Exercícios: há inúmeros tutoriais na internet e os professores de academias também têm criado treinos on-line para seus alunos. Podem ser 20 ou 30 minutos, de manhã e à tarde.
2) Assistir ao noticiário, mas com o cuidado de consumir notícias de fontes confiáveis, evitando o acesso de notícias de Fake News
3) Ver programas de TV, filmes e séries.
4) Jogos: palavras cruzadas, caça-palavras, quebra-cabeça, baralho, jogo da memória, uno.
5) Fazer visitas virtuais a museus.
6) Leitura, lembrando que há aplicativos para leitura no celular ou no iPad.
7) Ouvir música, tocar um instrumento, cantar.
8) Dançar ao som das músicas preferidas.9) Organizar os armários e gavetas.
10) Dedicar-se à higienização da casa.
11) Cuidar do animal doméstico.
12) Criar um diário.
13) Atividades manuais ou artísticas, dependendo do talento e interesse de cada um.
14) Escrever a história da própria vida – há hoje editoras que fazem a publicação desses relatos em edições reduzidas.
15) Fazer cursos on-line. Há uma gama enorme de opções, muitos deles em português. Para esses tempos tão duros.
16) Conversar com os amigos, por telefone ou aplicativos.
17) Fazer chamadas com vídeo diárias para filhos e netos, para matar as saudades. Rever vídeos antigos também é um bom programa.
18) Atividades de Estimulação Cognitiva são excelentes para os idosos ocupar o tempo neste momento de quarentena, além de ser um processo de mudança que visa estimular e, em alguns casos, reabilitar as funções físicas, psicológicas e sociais do idoso.

c2 VINICIUS OFICIAL artigo 2

(Vinicius Sanchez é Psicopedagogo Clínico, Gerontologista e Assistente Social.)


Compartilhe esta notícia!