Home Cidades Araçatuba Ações solidárias se multiplicam

Ações solidárias se multiplicam

11 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

No momento em que a pandemia de coronavírus provoca uma mudança generalizada na vida das pessoas, seja pela interrupção de atividades ou pela recomendação para que fiquem em casa, ações solidárias têm se multiplicado na região, principalmente em prol de quem trabalha com serviços que não podem parar, destinados a garantir o essencial à população.

Na última sexta-feira, a ViaRondon – concessionária que administra trecho da rodovia Marechal Rondon (SP-300) entre Araçatuba e Castilho – e o Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional do Transporte) iniciaram campanha de orientação aos caminhoneiros sobre a prevenção à doença. A ação está prevista para durar até a próxima sexta-feira, tendo como principal objetivo dar suporte aos condutores do transporte de carga, que têm garantido o abastecimento dos municípios.

Fazem parte do plano de ação conjunta orientações de saúde e distribuição de kits de higiene, lanche e água. Para o desenvolvimento desse trabalho, foi escolhido um autoposto no quilômetro 342, em Bauru. O alerta aos usuários também foi intensificado. A concessionária tem orientados que trafegam na Rondon quanto à prevenção à doença por meio de painéis de mensagens variáveis dispostos ao longo do trecho de concessão.

ÁLCOOL

Outras ações de destaque no enfrentamento à epidemia têm vindo de um dos setores mais importantes da economia regional, o sucroalcooleiro. Em Ilha Solteira, a Usina Vale do Paraná doou mil litros de álcool 70 à Prefeitura para higienização de prédios públicos e proteção dos funcionários. Esse tipo de álcool é considerado higienizador e eficaz no combate ao Covid-19. O produto foi produzido pela Vale do Paraná, através do etanol fabricado pela usina.

A Prefeitura fará a distribuição do álcool em todas as unidades de saúde e prédios públicos. Além da higienização, a medida terá a finalidade de assegurar a proteção dos servidores, principalmente daqueles que mantêm contato direto com a população.

MÁSCARAS E TOUCAS

Já em Santo Antônio do Aracanguá, a indústria de laticínios Lactalis do Brasil, fabricante de queijos finos, doou na última quarta-feira 300 peças de máscaras e outras 300 de toucas de proteção para uso preventivo dos profissionais da saúde que atuam no município e nos distritos de Vicentinópolis e Major Prado.

Em nota enviada pela Prefeitura, o diretor de saúde do município, José Deli dos Santos, explicou que a ação partiu do próprio poder público que, diante da dificuldade de encontrar os equipamentos para venda, enviou ofício à empresa, solicitando ajuda solidária.

A empresa, que é uma das maiores geradoras de empregos na cidade, atendeu de imediato o pedido. “Diante da necessidade imprescindível desses produtos e da alta demanda para a aquisição, continuamos à disposição para receber doações de outras empresas que queiram seguir o exemplo da Lactalis, para nos ajudar a enfrentar essa fase caótica”, disse o diretor.

 

—————-

RETRANCA

 

De chocolates a equipamentos de segurança, hospital recebe apoio

 

Referência no atendimento a pacientes de 40 municípios da região, a Santa Casa de Araçatuba tem sido um dos maiores destinatários de ações solidárias no atual momento.

Na sexta-feira, o hospital recebeu da Cacau Show doação de quase 1,5 mil chocolates para distribuição aos funcionários da saúde, que têm redobrado suas atividades nesse período.

A tradicional loja, que funciona há 12 anos no calçadão da Rua Princesa Isabel, no Centro, doou 1.468 itens, dentre trufas, bombons e barras de chocolate.

“Precisamos dirigir um olhar de solidariedade e reconhecimento ao trabalho dobrado, às jornadas com pouco descanso, às férias que muitos não poderão tirar, à dor pelo sofrimento dos pacientes e às preocupações com todos os familiares que os profissionais da saúde estão enfrentando”, disse a gerente da loja, Fernanda Rodrigues.

HIGIENIZAÇÃO

Nesse sábado, mais doação para o hospital. Ontem, o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) entregou à Santa Casa 270 itens de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e produtos para higienização pessoal e coletiva. O lote doado corresponde à quantidade estocada para uso na escola. Com a suspensão das aulas em cumprimento às normas emergenciais em vigor em todo o Brasil, o diretor local do Senac, Luís Antônio de Lima, decidiu fazer a doação à Santa Casa de Araçatuba por entender que os produtos reforçariam os estoques do hospital.

 

—————–

RETRANCA

 

Região teve primeiro caso confirmado na última semana

 

Conforme números divulgados na última sexta-feira pela Vigilância Epidemiológica, Araçatuba já registrou 138 casos suspeitos de coronavírus. Apesar dessa quantidade, 68 já foram descartados, ou seja, após análise da Vigilância, não deram compatibilidade para o Covid-19. Outros 63 suspeitos aguardam resultado de exame e sete deram negativo.

No momento, Araçatuba tem 12 pessoas internadas com suspeita de contágio da doença. Dez deles se encontram na Unimed, sendo cinco no setor de internação em leitos de isolamento, enquanto a outra metade na UTI Adulto, sendo dois entubados e em ventilação mecânica.

Já na Santa Casa, dois pacientes seguem internados no isolamento, sob suspeita de coronavírus. Um deles tem 63 anos e está internado desde 18 de março e outro tem 56. O quadro clínico de ambos é considerado estável.

Já em Andradina, são 38 suspeitos, mas sem nenhuma confirmação. Na cidade, cinco pacientes estão internados, porém sem indicação de UTI ou de ventilação mecânica.

Birigui contabiliza 18. Entretanto, um deles já deu negativo para a doença.

Em Penápolis, foram 20 notificações, sendo um caso confirmado e 14 em investigação. Três aguardam resultados de exames e dois deram negativo para o coronavírus.


Compartilhe esta notícia!