Home Cidades Araçatuba Santa Casa readéqua estrutura para atender possíveis casos de coronavírus

Santa Casa readéqua estrutura para atender possíveis casos de coronavírus

10 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

No momento em que a cidade apresenta mais de cem casos suspeitos de coronavírus, a Santa Casa de Araçatuba concluiu, nesta semana, todo um processo de reorganização de sua estrutura para atender eventuais pacientes que sejam confirmados com a doença.

Dentre as ações colocadas em prática, está a contratação de funcionários para o setor de higienização e outras áreas de apoio à assistência de pacientes.

Após a suspensão de cirurgias eletivas para reservar leitos, medida anunciada esta semana, a direção clínica e a administração do hospital estudam outras ações para aumentar a oferta diante do aumento da demanda pela Covid-19. Segundo a Santa Casa, os leitos reservados poderão ser transformados em isolamentos emergenciais a qualquer momento.

Apesar dessas pretensões, o hospital, que é referência para atendimento de média e alta complexidades a 40 municípios da região, afirma que a área de isolamento tem conseguido suprir as necessidades neste momento. Hoje, no hospital, estão internados dois pacientes no isolamento e, desde o início da pandemia, esta tem sido a média de internação. Pelo menos na Santa Casa, até agora, não houve casos com necessidades de internação na UTI.

A UTI Geral Adultos – unidade própria para internação de pacientes com esse perfil – possui nove leitos e funciona temporariamente no Hospital do Rim em decorrência de reforma para executar nas instalações originais, previstas para serem entregues na próxima semana. Com isso, a Santa Casa de Araçatuba passará a dispor de 19 leitos de UTI Geral Adulto.

A Santa Casa já trabalha também com uma estimativa caso haja explosão de casos de coronavírus na cidade. Segundo sua direção, seriam necessários pelo menos 200 leitos, o que justifica toda a preocupação com a readequação de sua estrutura.

COMITÊ

A exemplo dos municípios, a Santa Casa criou seu comitê de enfrentamento ao coronavírus, formado por médicos, funcionários dos setores de enfermagem, administrativo e de humanização. O grupo trabalha para buscar soluções a cada exigência imposta pela epidemia.

Dentre outras medidas adotadas, estão mudança dos fluxos de atendimento em todo o complexo hospitalar, reserva de leitos e treinamento das equipes médicas, de enfermagem e de todos os setores de apoio à assistência dos pacientes.

 

40% dos casos suspeitos foram notificados em apenas seis dias

 

O balanço mais recente sobre os casos suspeitos de coronavírus em Araçatuba divulgado ontem pela Prefeitura de Araçatuba mostra que pelo menos 40% deles foram notificados apenas nos últimos seis dias. Em toda a cidade, são 131 pessoas suspeitas de estarem com a doença. Desse total, 53 foram notificadas com os sintomas a partir do último dia 21, sábado passado. Apesar da disparada, o balanço traz duas boas notícias. A primeira é de que não há confirmações. A segunda é de que cinco casos já foram descartados.

Em toda a cidade, o número de internados chega a 12. Além dos dois que estão na Santa Casa – um paciente de 63 anos e outro de 58, ambos com quadro estável, na Unimed, são dez internações. Seis deles estão em leitos de isolamento, enquanto outros dois permanecem internados na UTI Adulta, estando entubados e recebendo ventilação mecânica.

REGIÃO

Na região, depois de Araçatuba, a maior quantidade de casos suspeitos está em Andradina: 38, sendo cinco deles internados, mas sem indicação de UTI ou ventilação mecânica.

Em Birigui, a Vigilância Epidemiológica informou que o município não conta com casos positivos da doença. A Prefeitura aguarda o resultado de exames de dez casos suspeitos de coronavírus. O material colhido foi enviado ao Instituto Adolf Lutz.

Já em Penápolis, são 19 casos suspeitos: 17 de moradores da própria cidade e outros dois de outros municípios. Do total de casos notificados, cinco tiveram exame negativo e um permanece em internação hospitalar. A exemplo de Araçatuba, Andradina e Birigui, não foram registrados casos positivos.

 

Município lança plataformas de comunicação

 

A Prefeitura de Araçatuba lançará duas novas plataformas de comunicação entre a população e o poder público, com objetivo de prestar informações, dados atualizados e até mesmo direcionar casos de urgência para atendimento de pessoas com sintomas do novo coronavírus.

A plataforma “Alô Saúde” é a Central de Apoio à Saúde da Prefeitura de Araçatuba, que estará em funcionamento a partir de hoje. Ao ligar para o número 0800 770 5816, a pessoa será direcionada a escolher entre 3 opções: disque 1 – para caso de sintomas como tosse, coriza ou febre; disque 2 – para mais informações sobre o novo coronavírus; disque 3 – para consultar o endereço da Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência.

A partir da escolha do número, a pessoa é direcionada a outras informações, como forma de identificar a necessidade do cidadão. Depois disso, a ligação segue com a identificação dos sintomas e, em caso de dificuldade para respirar e febre, a chamada é transferida a um atendente, que fará a triagem e encaminha ao SAMU. O atendimento via 0800 ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. A ligação é gratuita.

SERVIÇOS

Alô Saúde Araçatuba – 0800 770 5816 – canal gratuito de orientações e triagem sobre a COVID-19.

http://www.aracatuba.sp.gov.br/coronavirus – site da Prefeitura com tudo sobre o coronavírus no município.

AtaZap – 18 99812-1564: WhatsApp da Prefeitura com informações da pandemia e utilidade pública.

 


Compartilhe esta notícia!