Home Cidades Araçatuba Região confirma primeiro caso de coronavírus

Região confirma primeiro caso de coronavírus

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Vem de Penápolis o primeiro caso confirmado de coronavírus na região de Araçatuba. Resultado de exame coletado na manhã do último dia 23 pelo Instituto Adolfo Lutz, atestando a positividade para o Covid-19, foi divulgado ontem pela Secretaria Municipal de Saúde.
O paciente é um homem de 53 anos, morador da própria cidade. Ele havia sido internado no domingo na Santa Casa e, ontem, foi transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sendo entubado e teve continuidade ao tratamento de suporte.
Segundo boletim sobre os casos de coronavírus no município, o estado de saúde dele é estável. De acordo com informações repassadas por familiares, o paciente esteve em viagem em um cruzeiro. Todas as pessoas que tiveram contato com ele permanecem em quarentena e recebendo todas as orientações da Secretaria Municipal de Saúde.
No total, pelo menos até ontem de manhã, Penápolis havia notificado, oficialmente, 20 casos suspeitos de coronavírus. Dezoito são moradores do município, enquanto os demais de cidades vizinhas. Do total de notificados, um tem exame positivo (em internação hospitalar), cinco casos tiveram exame negativo e outros dois permanecem em internação hospitalar. Os demais pacientes permanecem em quarentena. Não foi registrado nenhum óbito.
Diante da primeira confirmação, ontem, setores do poder público reiteraram a necessidade de a população permanecer em suas residências, reduzindo, ao máximo, a circulação e a aglomeração de pessoas.
NÚMEROS
O total de casos sob suspeita em Penápolis só é inferior aos de Araçatuba e Andradina, na região. Conforme números divulgados ontem, ao meio-dia, pela Vigilância Epidemiológica, Araçatuba já registrou 138 casos suspeitos. Apesar dessa quantidade, 68 já foram descartados, ou seja, após análise da Vigilância, não deram compatibilidade para o Covid-19. Outros 63 suspeitos aguardam resultado de exame e sete deram negativo.
No momento, Araçatuba tem 12 pessoas internadas com suspeita de contágio da doença. Dez deles se encontram na Unimed, sendo cinco no setor de internação em leitos de isolamento, enquanto a outra metade na UTI Adulto, sendo dois entubados e em ventilação mecânica.
Já na Santa Casa, dois pacientes seguem internados no isolamento, sob suspeita de coronavírus. Um deles tem 63 anos e está internado desde 18 de março e outro tem 56. O quadro clínico de ambos é considerado estável.
Já em Andradina, são 38 suspeitos, mas sem nenhuma confirmação. Na cidade, cinco pacientes estão internados, porém sem indicação de UTI ou de ventilação mecânica.
Birigui, que ao longo da semana vinha mantendo dez suspeitos, viu ontem esse número subir para 18. Entretanto, um deles já deu negativo para a doença.

 

No Estado, doença já mata um a cada 2h20

O número de óbitos relacionados ao novo coronavírus em São Paulo cresceu 209% em apenas cinco dias, conforme balanço da Secretaria de Estado da Saúde divulgado ontem. No último domingo, o Estado registrava 22 mortes; ontem, já eram 68.
Entre quinta e sexta-feira, ou seja, em apenas 24 horas, foram registrados mais dez mortes, o que significa que a doença mata, em média, uma pessoa a cada duas horas e vinte minutos.
INTERIOR
No domingo, apenas a capital paulista registrava óbitos relacionados à doença. Já na última quinta, os municípios de Vargem Grande Paulista, Guarulhos, Taboão da Serra e Ribeirão Preto também contabilizam pelo menos um óbito.
Dos 10 novos óbitos contabilizados ontem, quatro são homens (66, 67, 91 e 93) e seis mulheres (63, 63, 65, 77, 85 e 89). Nove são da Capital e um do município de Guarulhos.
EXPECTATIVA
Durante videoconferência do prefeito Dilador Borges (PSDB) com prefeitos da região para discutir soluções para no enfrentamento ao coronavírus, o diretor do DRS-2 (Departamento Regional de Saúde), Sergio Smolentzov, a projeção é que a região atinja um pico de quatro mil infectados (no pior cenário). A projeção leva em conta a população de cerca de 800 mil pessoas no território.

 


Compartilhe esta notícia!