Home Cidades Araçatuba Ordem do governador: quase tudo fechado a partir de terça

Ordem do governador: quase tudo fechado a partir de terça

7 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – Araçatuba

Agora é uma ordem: nesta semana, é para quase todos os serviços ficarem fechados. Ontem, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) determinou quarentena em todos os 645 municípios paulistas a partir de terça-feira. Com a medida, durante 15 dias (válida até 7 de abril), todo o comércio deverá ficar fechado, exceto serviços essenciais de alimentação, abastecimento, saúde, bancos, limpeza e segurança.
O principal objetivo do governo paulista é reduzir a disseminação do novo coronavírus – em todo o Estado, pelo menos até ontem, eram 396 casos confirmados, com 15 mortes, todas na capital. Ainda em seu pronunciamento, Doria ressaltou que essa medida poderá ser renovada, estendida ou suprimida, se houver necessidade.
O cumprimento da quarentena será fiscalizado pelo Estado e também pelas prefeituras. O governador também disse que aglomerações e festas ao ar livre, como os chamados “pancadões”, são considerados ilegais e deverão ser coibidos pela Polícia Militar não apenas na Grande São Paulo, mas também no interior e no litoral do Estado.
O fechamento dos estabelecimentos comerciais atinge todas as lojas com atendimento presencial, inclusive bares, restaurantes, cafés e lanchonetes. Locais que servem alimentos e bebidas em mesas ou balcões só poderão atender pedidos por telefone ou serviços de entrega. A quarentena não afeta as indústrias, apesar de, na última semana, as fábricas de Birigui terem anunciado a suspensão de suas atividades de 31 de março a 13 de abril.
DISTINTAS
O decreto listas exceções em seis categorias distintas.
Nos serviços de saúde, está liberado o funcionamento de hospitais, clínicas (inclusive, as odontológicas) e farmácias. No setor de alimentação, podem funcionar supermercados, hipermercados, açougues e padarias – que não poderão permitir o consumo no estabelecimento durante a quarentena.
Na área de abastecimento, poderão atuar normalmente transportadoras, armazéns, postos de gasolina, oficinas, transporte público, táxis, aplicativos de transporte, serviços de call center, pet shops e bancas de jornais.
Os demais setores que poderão oferecer serviços durante a quarentena são: empresas de segurança privada; empresas de limpeza, manutenção e zeladoria; bancos, lotéricas e correspondentes bancários.

 

Prefeito põe fiscais nas ruas para cumprir decreto

a3 fiscais

Prefeito de Araçatuba, maior cidade da região, Dilador Borges (PSDB) disse, em nota distribuída por sua assessoria de imprensa, que apoia a decisão do governador. Ele enfatizou que irá cumprir todas as determinações estabelecidas ontem, mas ressaltou que, ao longo da semana passada, já havia anunciado várias medidas em cumprimento a normas técnicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e o próprio Governo do Estado.
Ontem, por exemplo, anunciou ações mais firmes com os donos de restaurantes, bares e similares, colocando fiscais de postura e guarda municipal para notificar proprietários que descumprirem o decreto anunciado por ele nesta sexta-feira. Serão três dias de fiscalização intensa até que passe a valer o decreto do governador João Dória, no qual recomenda que esses estabelecimentos de alimentação, sejam transformados em delivery.
Segundo o prefeito, quem não cumprir as regras será multado. “Estamos vivendo um momento delicado e queremos contar com o bom senso de todos. Para os que descumprirem, os fiscais irão notificá-los das suas obrigações. Quem não cumprir será multado”, declarou o prefeito.
Estão excluídos do decreto anunciado pelo governador, com permissão para funcionamento:
Saúde – farmácias, hospitais, farmácias e clínicas odontológicas
Alimentação – Supermercados, hipermercados e padarias
Abastecimento- transportadoras, armazéns, postos de gasolina, transporte público, táxis, aplicativos de transporte, oficinas, lojas de pet shop e bancas de jornais
Segurança – todos os sistemas de segurança pública e privada continuam funcionando, com suspensão de férias e licenças
Limpeza – empresas de limpeza e manutenção, públicas e privadas, também continuam funcionando
Bancos- serviços bancários, incluindo lotéricas, também continuando funcionando normalmente.


Compartilhe esta notícia!