Home Cidades Araçatuba Consumidores lotam supermercados de Araçatuba

Consumidores lotam supermercados de Araçatuba

9 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

DIEGO FERNANDES – ARAÇATUBA

A lotação dos mercados de Araçatuba tem chamado a atenção da população do município nesta semana. Por conta da pandemia do novo coronavírus, muita gente se desesperou com a possibilidade de falta de mercadoria e correu para adiantar as compras.
A reportagem do jornal O LIBERAL esteve em alguns estabelecimentos ao longo de toda esta quinta-feira e todos eles contavam com grande movimentação.
No começo da noite de ontem, um dos supermercados localizado no Centro da cidade, estava com um movimento acima do normal para a época do mês. As filas dos caixas considerados mais rápidos davam várias voltas e relatos de consumidores dão conta de que a espera para deixar o estabelecimento com algum produto chegava a 50 minutos. O gerente do estabelecimento, que não quis ser identificado, confessou à nossa reportagem que há 3 dias o movimento aumentou consideravelmente. Segundo ele, repositores que trabalham no local não estavam dando conta de encher as gôndolas com os produtos por conta da velocidade com que já eram escolhidos pelos consumidores. Ele afirma que muitos dos clientes estão fazendo estocagem de alimentos. Apesar disso, ele afirma que não é necessário que a população corra porque o abastecimento continua normalmente, bem como o funcionamento do local.
Os produtos mais procurados pelos consumidores são principalmente alimentos e produtos de limpeza e higiene. Prateleiras podiam facilmente ser encontradas incompletas ou até mesmo vazias. Nos corredores, poucas pessoas se lembraram de utilizar máscaras de proteção. De acordo com o gerente, apesar da dificuldade de se encontrar álcool em gel no mercado, ele garantiu que os carrinhos estão sendo higienizados.
Outro estabelecimento visitado pela nossa reportagem, este no período da manhã, manteve uma funcionária apenas para higienização. Com um tubo de álcool gel nas mãos, ela tratou de passar o produto nas mãos de todos os clientes e de seus respectivos carrinhos antes que adentrassem ao espaço de compras.
Já do lado de dentro, o movimento era maior do que normal para a época do mês e muitas pessoas estavam com os carrinhos cheios. As vagas para estacionamento estavam todas ocupadas.
Diretor da CEAGESP garante abastecimento
A reportagem do jornal O LIBERAL REGIONAL conversou nesta semana com o gerente de operações da unidade de Araçatuba da CEAGESP, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, Wanderley Pereira Júnior, responsável pela distribuição de alimentos hortifrutigranjeiros na região. Segundo ele, segue normalmente o abastecimento no local e nenhum dos produtos está em falta no momento. “As nossas atividades estão normais. A gente prossegue normalmente com os trabalhos operacionais de entrada e saída de mercadorias. Não há falta de produtos, não há nada que impeça de estarmos colocando os produtos de hortifrutigranjeiros nos supermercados”, disse.
Apesar da normalidade na distribuição, Wanderley Júnior alerta que estão sendo tomadas providências para a intensificação da higienização do trabalho, como recomendam os órgãos competentes de saúde, para evitar a contaminação. “A prevenção nossa está sendo feita com informativos, alertando para precauções como lavagem de mãos. Lembrar as pessoas com idade acima de 60 anos para se prevenir. Basicamente é uma questão de orientação sobre a prevenção da doença, mas as atividades nossas, tanto de Araçatuba, como em São Paulo, estão normais. Não há falta de produtos e não tem nada parado, por enquanto”, completou Júnior.
A CEAGESP de Araçatuba distribui, em media, cerca de 2 toneladas por mês de alimentos variados como hortaliças, frutas, galináceos, entre outros. O abastecimento ocorre em aproximadamente 1.000 estabelecimentos de 100 cidades da região noroeste paulista.
Governo do Estado tranquiliza população quanto ao abastecimento
Em nota distribuída à imprensa, a assessoria do Governo de São Paulo informou que o Governador João Dória (PSDB) realizou, no início da semana, no Palácio dos Bandeirantes, na Capital Paulista, uma reunião com representantes do varejo e indústria dos setores de alimentos, medicamentos, higiene pessoal, produtos de limpeza e empresas de logística.
De acordo com a nota, existe um planejamento do estado para que haja o pleno abastecimento dos itens de primeira necessidade nos mercados e nas farmácias. Haverá reuniões semanais com membros deste grupo para o monitoramento da situação.
O estado orienta que a população não faça estocagem de alimentos e informa que “não medirá esforços” para manter a situação sob controle mesmo neste período de pandemia do coronavírus.

A5 Supermercados5
ESTOQUE – Muitas pessoas estão indo às compras para abastecer a residência
DIEGO FERNANDES


Compartilhe esta notícia!