Home Cidades Araçatuba Número de mortes nas estradas cai 33%

Número de mortes nas estradas cai 33%

6 minutos de leitura
Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM

O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), desenvolveu  no período compreendido entre 00 hora de 21 de fevereiro de 2020 (sextafeira) e 23h59 de 25 de fevereiro de 2020 (terça-feira), a Operação “Carnaval 2020”, nos mais de 22.000 km da malha rodoviária do Estado de São Paulo. De acordo com o balanço da operação divulgado na manhã desta quarta-feira, houve redução de 33% no número de vítimas fatais nas estradas paulistas. No ano passado foram 21 mortes e 14 em 2020.
Nos dias de Operação Carnaval foram mobilizados todos os recursos humanos e
materiais disponíveis, o que ensejou no empenho de mais de 3.500 homens e mulheres distribuídos de forma estratégica em 125 Bases Operacionais e em mais de 800 viaturas.
Utilizou-se também 998 etilômetros (passivos e ativos), 107 radares portáteis, bem como a utilização de drones, visando garantir a segurança pública e a fluidez do trânsito nas rodovias.

2019   2020   Percentuais
Vítimas Graves                                     96        84       -12,50%
Vítimas Fatais                                       21         14       -33,33%
Acidentes (com e sem vítimas)      824       817       -0,85%

“A diminuição significativa da violência no trânsito (vitimas graves e principalmente o número absoluto de vítimas fatais) é resultado das mais de 650 Operações de Fiscalização de Trânsito realizadas para constatação de condutores que tenham ingerido bebida alcoólica (Operações Direção Segura Seletiva) com o emprego dos novos equipamentos de indicação de uso de álcool, denominados etilômetros passivos (bafômetro). Também foram realizadas operações com ênfase em ultrapassagens proibidas, o uso de cintos de segurança e dos dispositivos de retenção para crianças, uso do celular (smartphone) ao volante e o excesso de velocidade”, diz nota do Comando da Polícia Rodoviária.
De acordo com a nota,  a maioria dos acidentes poderiam ter sido evitados, pois em grande parte dos casos, a causa desses sinistros está relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres, sendo que das 14 vítimas fatais, oito morreram em colisões, o que corresponde a 57,14% do total de mortos. Importante destacar que esse é menor número de pessoas vitimadas fatalmente em acidentes de trânsito nas rodovias paulistas nos últimos 20 anos na Operação Carnaval”, acrescenta a nota.

“Houve também o registro de 369 vitimas leves decorrentes de acidentes (330 em 2019).
Infelizmente, a desatenção, o desrespeito às sinalizações, são fatores que ainda contribuem para essas ocorrências”, continua a nota.

NÚMEROS DA OPERAÇÃO

–  34.750 autuações (aumento de 9,38%), além da captação de 21.992 imagens de radar,
com flagrantes de excesso de velocidade, o que demonstra que a imprudência dos motoristas ainda é elevada;
–  4.086 motoristas dirigiam veículo sob efeito de bebida alcóolica (artigo 165 e 165-A
CTB), aumento de 114%, sendo que 98.103 realizaram o teste do etilômetro, resultando em 65 condutores autuados em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante, dos quais 08 se envolveram em acidentes de trânsito, ferindo 20 pessoas e vitimando fatalmente uma;
– 6.095 autuações por não utilizarem o cinto de segurança e outros dispositivos de retenção;
– 2.522 autuações por ultrapassagens pela contramão de direção;
– 3.486 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) recolhidas;
– 1.411 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) recolhidos
Mediante o planejamento operacional realizado, visando o combate aos diversos ilícitos penais, destacam-se:
– 19 pessoas presas em flagrante por outros crimes;
– 17 procurados pela Justiça foram recapturados e devolvidos ao sistema penitenciário;
– 3,531 kg de drogas ilícitas apreendidas (maconha, cocaína etc)
– 19 armas de fogo apreendidas (06 de uso permitido e 13 de uso restrito) e 564 munições;
– 400.000 maços de cigarros apreendidos.


Compartilhe esta notícia!