Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Dez escolas estaduais de cidades da região de Araçatuba foram contempladas em um amplo pacote de investimentos em melhorias anunciado ontem pelo governador João Doria (PSDB). Ao todo, foi liberado R$ 1 bilhão, sendo R$ 607 mil para só para a região. As adequações serão feitas durantes as férias escolares.
Das unidades de ensino contempladas, oito receberão obras em suas coberturas, cada uma no valor de R$ 16,8 mil. Serão feitos serviços de telhas, forros e calhas.
Em Araçatuba, serão beneficiadas as escolas estaduais Manoel Bento da Cruz (o IE) e Dr. Joubert de Carvalho; em Birigui, a EE Prof. Antonio Sales Oliveira; em Guararapes, as escolas João Arruda Brasil e Waldemar Queiroz; em Penápolis, as EEs Augusto Pereira de Moraes e Joana Helena de C. Marques; e, em Pereira Barreto, a escola Mitsusada Umetani.
Em todo o território paulista, cerca de 400 escolas (contando com as oito da região) terão direito a recursos para reformas em telhados e calhas. A expectativa é que todos os serviços sejam concluídos até o início do ano letivo, em 3 de fevereiro.
De todo o volume financeiro anunciado, R$ 630 milhões foram repassados por meio do programa “Dinheiro Direto na Escola” com o objetivo de atender demandas essenciais de 5.004 unidades escolares.
MAIS BONITA
Outros dois estabelecimentos receberão as benfeitorias pelo programa Escola + Bonita, cujas obras têm maior complexidade e contam com prazos de conclusão de 90 a 270 dias.
As ações incluem manutenção na EE Noemia Dias Perotti, em Mirandópolis, no valor de R$ 348 mil, e revisão elétrica na Escola Estadual Profa. Mathilde de C. Castilho, em Glicério, ao custo de R$ 125.457,33.
Em todo o Estado, esse programa conta com 754 obras em andamento, 70 das quais consideradas prioritárias.
VISITA
Em nota distribuída à imprensa, na noite de ontem, a Secretaria de Estado da Educação informou que o anúncio foi feito durante visita de Doria às obras da Escola Estadual Professor José Maria Reys, em São Paulo.
“Esta escola faz parte de um pacote de 754 unidades que serão totalmente reformadas este ano. O objetivo é terminar 2022 com todas as escolas que necessitem, reformadas, além, é claro, dos acabamentos e manutenção que têm que ser realizados rotineiramente”, disse o governador paulista, na nota.
No início deste ano, R$ 630 milhões já foram depositados nas contas das Associações de Pais e Mestres de 5.004 escolas que já aderiram ao programa. O objetivo é garantir que serviços de manutenção e reparos sejam feitos de forma mais ágil e sem burocracia.
Equipamentos
O governo estadual também anunciou a compra de mais de 700 mil peças de mobiliário para equipar 49,3 mil salas de aula e ambientes pedagógicos de 3,4 mil escolas da rede estadual.
O investimento de mais de R$ 200 milhões contempla itens como armários, conjuntos de alunos e professores, quadros brancos e ventiladores. O mobiliário pode substituir materiais danificados ou antiquados e também atender novas unidades escolares.

 

Materiais escolares deverão chegar até 13 de fevereiro

Como no ano passado, os materiais escolares chegarão durante os primeiros dias de aulas.
No interior e no litoral, a expectativa é de que todas as escolas recebam os kits até 13 de fevereiro, três dias após o início do período letivo. Já na capital e na Grande São Paulo, com investimento de R$ 94,3 milhões, todas as unidades estarão com os itens antes do primeiro dia de aula.
A entrega antecipada já foi feita em escolas na capital que atendem alunos dos anos finais do ensino fundamental. “O início do ano letivo é um momento muito importante do retorno de mais de 3,5 milhões de estudantes às escolas. Ter esse momento organizado e planejado é fundamental para as equipes das escolas e principalmente, para nossos alunos”, disse o secretário de Educação, Rossieli Soares.
O conteúdo do kit varia de acordo com cada ciclo. Para os anos iniciais do ensino fundamental, o pacote inclui 29 itens como apontador, borracha, cadernos, canetas, lápis, gizes de cera, régua, lápis de cor e cola branca. Já para os alunos dos anos finais do ensino fundamental são 30 itens. Estudantes do ensino médio recebem um kit com 25 itens.

 


Compartilhe esta notícia!