Compartilhe esta notícia!

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

O aumento da tensão entre os Estados Unidos e Irã e a instabilidade no preço do petróleo, sob risco de acirramento na crise no Oriente Médio, tem criado expectativa e gerado apreensão em relação ao preço dos combustíveis no Brasil. Neste segunda-feira, após participar de reunião no Ministério das Minas e Energia, o presidente Jair Bolsonaro negou inteferência na política de preços da Petrobras. Mesmo assim, o setor varejista de combustível está apreensivo. Em Araçatuba e Andradina já pouca variação de preços entre postos da mesma cidade. Já em Três Lagoas e Birigui, a variação ede preços entre postos próximos é muito acentuada. Em Birigui, por exemplo, há postos com combustíveis com preços mais altos do que Araçatuba, em outros, mais baixos.
Diante das incertezas do setor, o presidente da Petrobras, Roberto Castelo Branco, afirmou nesaa segunda-feira (6) que há “liberdade total” no Brasil para os preços de derivados de petróleo, como os combustíveis, e que não acredita em uma crise econômica motivada pela crise no Oriente Médio. “Eu não recebi em nenhum momento pedido, pressão, sugestão para baixar o preço, para fazer isso ou fazer aquilo. Existe liberdade total na prática para o preço de qualquer derivado de petróleo”, enfatizou Castelo Branco. , disse. A atual política de preços de combustíveis foi adotada em 2017. A Petrobras tem repassado às distribuidoras as oscilações do mercado internacional e do câmbio, que incidem sobre o preço do barril de petróleo.

VARIAÇÃO DE PREÇOS NA REGIÃO
A reportagem de O LIBERAL REGIONAL e de emissoras do SRC fez levantamento de preços em várias cidades da região e constatou diferenças acentuadas. Em Três Lagoas, por exemplo, o etanol é comercializado a R$ 3,999 em um estabelecimento e no posto vizinho, a R$ 3,499. Diferença de 50 centavos. Já em Birigui ocorre bastante diferença entre os vários postos consultados. O etanol mais barato constatado pela reportagem foi de R$ 2,729 e o mais caro, em um posto a aproximadamente 200 metros, R$ 2,999, ou seja 27 centavos de diferença. Pode haver postos com preços diferentes, mas que não foram visitados pela reportagem. Já em Andradina, Castilho, Bilac, Penápolis e Araçatuba os preços estão mais equilibras, com variações menos expressivas.

OS PREÇOS
Três Lagoas – Gasolina R$ 4,999 e etanol R$ 3,999.
Castilho – Gasolina R$ 4,45 e etanol R$ 3,19
Andradina – Gasolina R$ 4,577 e etanol 3,177
Araçatuba – Gasolina R$ 4,429 e etanol 2,939
Bilac – Gasolina R$ 4,55 e etanol R$ 3,09
Penápolis – Gasolina R$ 4,360 e etanol R$ 2,950
Birigui – Gasolina – R$ 4,24 e etanol R$ 2,729

 

Postos de Birigui mostram diferenças acentuadas de preços

Enquanto em várias cidades da região os preços estão bastante equilibrados, em Birigui a diferença é bastante acentuada em postos próximos. Os preços mais elevado e mais baixo do etanol, por exemplo, estão em postos a menos de 200 metros de distância. Em um o preço é de R$ 2,999 e no outro, R$ 2,729.
De acordo com os donos de postos, além da concorrência normal do mercado, deve ser considerado que há postos com bandeira (de distribuidora) e outros com bandeira branca (sem distribuidora definida). Segundo eles, isso reflete diretamente no preço, mas cada estabelecimento tem um tipo de contrato com a distribuidora. “Uma mesma distribuidora pode ter preços diferentes para clientes da mesma cidade. Vários fatores são analisados”, disse o proprietário de um posto que preferiu não se identificar.


Compartilhe esta notícia!