Compartilhe esta notícia!

VITOR MORETTI – ARAÇATUBA

Ficar conectado à internet hoje em dia é quase que uma precisão, seja para trabalhar, se divertir ou ficar bem informado. Não basta ter uma conexão em casa ou no trabalho. Muita gente também quer ficar ‘antenado’ enquanto resolve alguma coisa na rua, ou vai a uma praça. Muitos possuem planos de telefonia com pacotes que incluem internet. Mas, quando encontram um ponto de wi-fi gratuito, não pensam duas vezes em ativar o serviço, seja para evitar de gastar o famoso 4G ou em caso de necessidade quando os créditos acabam. Pensando nisso, Araçatuba tenta democratizar o acesso à população em pontos estratégicos da cidade, desde as praças até a rodoviária do município.

Dados apresentados pela administração municipal mostram que, atualmente, existem 24 pontos de wi-fi de graça em Araçatuba. O próximo já está aguardando a viabilidade técnica e será instalado na Estação Cidadania, inaugurada em maio deste ano no bairro Atlântico, zona norte da cidade. Além disso, até o último dia 31 de outubro, 62.345 usuários fizeram o cadastro para acessar o wi-fi disponibilizado.

Um deles é o jornalista Guilherme Leal, de 24 anos de idade. Atualmente, o profissional trabalha na área de assessoria de imprensa e precisar estar ‘conectado’ o tempo todo. Por isso, quando está resolvendo alguma questão nas ruas da cidade e encontra um ponto de wi-fi gratuito, não pensa duas vezes em utilizar a ferramenta.

“Eu acho que a prefeitura colabora para a inclusão social, principalmente colocando em pontos de grande movimentação, como a rodoviária, a praça Paraíso, a Rui Barbosa. Nós podemos acessar um currículo, um e-mail e até mesmo olhar a nossa rede social nas horas vagas”, elencou.

Praça-W-fi-1.jpg

PESQUISA

Um estudo publicado em junho deste ano pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostrou qual é o perfil socioeconômico dos usuários de internet no Brasil, assim como o seu comportamento digital. Os dados foram coletados em 2017 pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação e apontaram que 61% dos lares brasileiros estão conectados ao mundo virtual.

A pesquisa apontou, ainda, que 120 milhões de brasileiros, acima dos dez anos, têm acesso à internet, o que representa 67% da população. Quando o recorte econômico é analisado, as disparidades no consumo de conteúdo digital aparecem. Nas classes A e B, por exemplo, 90% das pessoas estão conectadas no dia a dia. Já entre as classes D e E, esse número despenca para 42%.

Outro dado apontado pelo Ipea é que 70% dos moradores das cidades utilizam a internet, contra apenas 44% daqueles que moram nas áreas rurais do país. O estudo do Ipea ainda aponta que jovens e adultos, entre 10 e 34 anos, têm maior presença na internet. Os homens representam 51,3% da fatia que consome notícias e escuta músicas online, contra 48,7% das mulheres. É deles também a maior parte nas ações de jogar on-line e baixar conteúdo de jogos e filmes, representando mais de 60%. Em termos de consumo de notícias, essa fatia consome 58,5%. Já os internautas com 60 anos ou mais representam 5,3%.

 


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Araçatuba

Veja também

Empresário que prensou mulher com caminhonete na região é preso em Goiás

Compartilhe esta notícia!Foram 472 dias, o equivalente a um ano, três meses e 17 dias de d…