AraçatubaCidades

Estado formaliza convênio para rotatória

ARNON GOMES – BIRIGUI

Penápolis dará hoje mais um passo importante para a construção da tão esperada “rotatória da Bonolat”, como já está batizada antes mesmo de nascer o dispositivo a ser construído na vicinal Arnaldo Covolan em frente a uma fábrica de laticínio ali instalada. Está previsto para ser publicado hoje o convênio de R$ 3,7 milhões com o Estado autorizado em 29 de agosto pelo vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), durante visita ao município.
Em entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAL, o prefeito Célio de Oliveira (sem partido) afirmou que, a partir dessa publicação, os trâmites serão mais rápidos. “Só estamos esperando essa publicação”, afirmou. Segundo ele, já está preparada a licitação destinada à contratação da empresa que realizará a obra, que também precisa ser publicada. Feito isso, ele acredita que, em 30 dias, estará definida a empresa responsável pela execução do serviço.
De acordo com o projeto apresentado pelo Executivo, a rotatória deve ser concluídea em até dois anos. Com o pleno funcionamento da fábrica, a expectativa é de que sejam gerados cerca de 300 empregos diretos e até 600 indiretos. No que diz respeito à produção, a estimativa é de aproximadamente 500 mil litros de leite por dia. Porém, num futuro não muito distante, projeta-se o alcance de um milhão de litros diários.
A obra é considerada importante para o escoamento de toda a produção leiteira da fábrica. Com as atividades da Bonolat, espera-se que de 70 a 80 caminhões, por dia, trafeguem pelo local.
IMPASSE
Anunciada em 2015, ainda na primeira gestão de Célio à frente da administração municipal, a construção da rotatória em frente àquela que será uma das maiores empresas da cidade começou a virar realidade neste ano.
Para a efetivação da doação de área no distrito industrial para instalação da empresa, foi necessária a assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público.
Depois, veio outro entrave. No final de 2018, o município chegou a firmar o mesmo convênio para a rotatória, mas, em janeiro deste ano, o governador João Doria (PSDB) a incluiu em um extenso pacote de rescisões contratuais a fim de cortar despesas no Estado. A retomada do convênio se deu após tratativas de Célio com o vice-governador, seu ex-colega de partido. Apesar de, hoje, não estar filiado a nenhuma agremiação partidária, o prefeito de Penápolis militou, durante a maior parte de sua trajetória política, no antigo PFL (atual DEM, partido de Rodrigo).

 

Comment here