AraçatubaCidades

Interdição de ponte provoca desemprego e DER vai pavimentar estrada em Piacatu

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

No dia 10 de setembro a Secretaria de Logística e Transportes, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), interditou a ponte sobre o Rio Aguapeí no quilômetro 348 da Rodovia Assis Chateaubriand, entre Santópolis do Aguapeí e Rinópolis. A interdição já começou a ter consequências. O Auto Posto Moinho, no quilômetro 354, foi duramente atingido e já demitiu mais de 60% dos funcionários. Outros estabelecimentos foram impactos. Nesta quarta-feira, a Secretaria de Logística e Transportes confirmou a pavimentação de uma estrada próxima a Piacatu para reduzir os desvios. Porém, só deve ficar pronta no ano que vem. Quanto à nova ponte, não há prazo para começar.
Seguindo o empresário José Carlos Prata, que construiu o Posto Moinho há 16 anos, o movimentou desabou e está mantendo o estabelecimento aberto apenas para não haver depredação. “O restaurante, a borracharia e uma loja de calçados que funcionavam na área do posto já fecharam e funcionários foram demitidos”, disse o empresário. Ao todo, 30 pessoas trabalhavam no local e atualmente tem apenas quatro funcionários do posto.
Para o empresário faltou transparência na decisão de interditar a ponte. Segundo ele, ninguém ficou sabendo. Prata disse que no local passavam carretas (treminhão) com mais de 120 toneladas. “O que apresentava problemas era a pista da ponte e não a estrutura”, acrescentou.

DESVIOS
Para contornar o problema, motoristas estão evitando as rotas indicadas oficialmente pelo DER e buscam alternativas menos distantes. Mas isso tem causado sérios problemas e acidentes, como ocorreu ontem na saída para Piacatu.

SECRETARIA
A reportagem fez vários questionamentos à Secretaria de Logística e Transportes sobre as medidas adotadas e motivos da interdição. Foi emitida uma nota sobre o assunto.
“O Departamento de Estradas de Rodagem informa que a ponte sobre o Rio Aguapeí, no Km 348 da Rodovia Assis Chateaubriand (SP 425) foi interditada em 10 de setembro para que a segurança de motoristas e usuários fosse mantida. Vistoria técnica realizada pelo DER detectou que instabilidade na estrutura da ponte. Para que os transtornos aos usuários fossem minimizados, o DER deu início nesta semana às obras para pavimentação de uma variante que contorna a cidade de Piacatu, reduzindo a extensão da rota alternativa aos motoristas que trafegam pela região. O prazo estimado para as obras de pavimentação é de seis meses. No entanto, o DER solicitou à empresa contratada celeridade para que a pista fosse entregue ao tráfego o quanto antes. O investimento é de aproximadamente R$ 4,8 milhões.
Paralelamente a isso, o DER prepara elementos para a contratação de obras para uma nova ponte sobre o Rio Aguapeí. O investimento orçado é de R$ 11 milhões e a nova ponte terá extensão de 115 metros, guarda corpos, barreiras de concreto, sendo construída em nível mais alto do que a antiga, evitando assim as constantes enchentes que acometiam o local com as cheias do rio Aguapeí. O prazo de obras previsto é de ao menos 18 meses”.

A56 acidente.jpg

Comment here