Compartilhe esta notícia!

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Foi tudo em uma noite. Só na sessão de segunda-feira, os vereadores aprovaram leis que criam novas regras para atendimento preferencial e isenção no IPTU e em taxas de inscrição em concursos públicos em Araçatuba. Agora, para funcionar na prática, o pacote de bondades precisa ser sancionado pelo prefeito Dilador Borges (PSDB).
Com a aprovação no começo desta semana, mais uma categoria deverá se beneficiar da gratuidade em inscrições para concurso para processos de seleção na administração pública: as doadoras de leite materno. O texto, de autoria da vereadora Beatriz Soares Nogueira (Rede), garante o benefício a candidatas que tenham doado o alimento em, pelo menos, três ocasiões nos doze meses anteriores à publicação do edital do certame.
Para conseguirem a isenção, elas terão de apresentar documento comprobatório das doações realizadas, emitido por banco de leite materno em regular funcionamento no município.
De acordo com a proposta aprovada pelos parlamentares, mulheres que pleitearem a isenção, porém apresentando informações falsas, estarão sujeitas à exclusão da disputa pela vaga e, se a falsidade for descoberta depois da homologação do resultado, poderão ser excluídas da lista de aprovados ou terem a nomeação anulada.
Um dos objetivos de Beatriz, ao propor essa regra, foi estimular a doação. Na justificativa do projeto, ela destaca que, no Banco de Leite Humano de Araçatuba, as doações são necessárias, pois o local fornece alimento para bebês prematuros internados na UTI Neonatal da Santa Casa e também do Hospital da Unimed. “São locais que recebem pacientes de toda a região, sendo a demanda muito grande”, diz a parlamentar.
CÂNCER
Ainda na ampla lista de benefícios autorizada pelo Legislativo, os vereadores deram aval a projeto de lei de Jaime José da Silva (PTB) que pretende assegurar prioridade no atendimento de pessoas com câncer em repartições públicas, bancos e estabelecimentos comerciais. Conforme o texto, o tratamento diferenciado deverá ser oferecido ainda por empresas concessionárias e permissionárias de serviços públicos, hospitais, clínicas e UBSs (Unidades Básicas de Saúde). Esses locais deverão fixar placas indicativas de que priorizam pessoas com câncer.
Os portadores da doença deverão comprovar as condições para a obtenção do benefício, mediante apresentação de documento foto, acompanhado de laudo médico. Ao apresentar o projeto, Jaime justificou, apontando as limitações às quais as pessoas ficam expostas durante o tratamento. “Em alguns casos, é visível a fragilidade do indivíduo, sendo relevante a aprovação do atendimento prioritário para os portadores de neoplasia”, diz ele.
DESCONTOS
A aprovação do “pacotão” foi concluída com a votação de projeto que, há anos, seu autor, o vereador Arlindo Araújo (Cidadania), esperava ver passar em plenário. Agora, só depende depende do aval de Dilador para que o desconto de 5% no pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano, proposto por Arlindo para imóveis com sistema de captação e retenção de águas pluviais, vire lei. A matéria recebeu emenda modificativa, condicionando a concessão mediante pedido do contribuinte.
Para o parlamentar, constar essa regra na legislação municipal é uma forma de conscientizar a população a buscar outras formas sustentáveis de manejos dos recursos naturais. “A água da chuva pode ser usada para lavagem de áreas externas e de veículos, para regar plantas e para completar o nível de piscinas”, destaca

RETIRADO
O IPTU do município poderia receber novos abatimentos em sua regras durante a sessão. Entretanto, Jaime e o vereador Flávio Salatino (MDB) retiraram projeto que apresentaram destinado à concessão do desconto a quem possui, em seu imóvel, sistemas de aquecimento hidráulico solar e gerador de energia solar fotovoltaica.

 


Compartilhe esta notícia!
Mostrar mais
Carregar mais em Araçatuba

Veja também

Mais 16 médicos concluem especialização no Programa de Residência da Santa Casa

Compartilhe esta notícia!DA REDAÇÃO – Araçatuba A Coreme (Comissão de Residência Méd…