AraçatubaCidades

Uma semana para leitores e escritores

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Quando o assunto é leitura, os números no Brasil são preocupantes. Por ano, o brasileiro lê, em média, 2,43 livros. Outro dado estarrecedor aponta que 30% da população nunca comprou livro. As estatísticas foram divulgadas na pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, pelo Instituto Pró-Livro.
Esse quadro não significa que a literatura seja um mundo distante ou, ainda, não haja pessoas que mantenham paixam por esta arte. A semana que se inicia é a pura prova de que, pelo menos em Araçatuba, esforços não faltam para formar novos leitores nem escritores dispostos a, cada vez mais, surpreender o público com novas histórias.
Realizado pelo segundo ano consecutivo pelas secretarias municipais de Cultura e Educação, o Felita (Festival Literário de Araçatuba), que começa amanhã e vai até sexta-feira, já seria suficiente para contemplar esses objetivos. Voltado ao estímulo do hábito da leitura entre os mais jovens e à aproximação dos leitores com escritores, o evento conta com uma série de atrações, que vão de contação de histórias a alunos nas escolas municipais, bate-papos com autores de livros, apresentações circenses e teatrais feitas por estudantes durante o dia. À noite, estão programadas atividades com declamação de poemas dos alunos, exibição de filmes, oficinas e workshops.
O festival, neste ano, homenageia a poetisa e contista Cora Coralina, uma das escritoras mais importantes da história do Brasil. Na abertura do Felita, o musical “Fonte d’Água Coralina”, com canções, contos, vídeos sobre a água e trechos da obra da poeta goiana, será apresetando ao público no Teatro Paulo Alcides Jorge. A obra de Cora ainda será tema de uma explanação feita pela escritora araçatubense Cidinha Barakatt e de uma exposição de objetos ligados à poetisa no saguão da Biblioteca Municipal Rubens do Amaral.
ACADEMIA
A semana também será intensas atividades envolvendo a Academia Araçatubense de Letras. Durante o Felita, membros da instituição irão a escolas municipais ministrar palestras sobre suas obras ou contação de histórias.
Outra ação realizada pela entidade nesta semana será a sua 1ª Feira do Livro. Na segunda, quarta, quinta e sexta-feira, os escritores que compõem a academia irão realizar bate-papos e sessões de autógrafos sobre suas obras. Amanhã, o encontro será com os escritores Tito Damazzo e Yara Pedro de Carvalho; na quarta, Marilurdes Campezzi e Marianice Paupitz; na quinta, Hélio Consolaro, Hosanah Spíndola e Amarildo Brilhante; e na sexta, Arnon Gomes e Emília Goulart. Em todos os dias, o horário será o mesmo: das 19h às 21h.
LANÇAMENTOS
A feira promovida pela instituição só não tem agenda marcada na terça, dia 24, pois, nessa data, será lançada 13ª edição do livro “Experimentânea”, do grupo experimental da própria academia. O lançamento ocorrerá a partir das 19h30 no Quintal Cultural – Rua Cussy de Almeida, 2.088.
A obra reúne 109 textos de 24 escritores que, em 200 páginas, apresentam aos leitores crônicas, contos e poemas. Na noite do lançamento serão lidos trechos dos textos, intercalados por música ao vivo.
O nome da obra é uma alusão ao próprio grupo experimental, formado inicialmente por escritores que não tinham obras individuais publicadas. A diversidade é uma característica da coletânea, que reúne escritores de 10 a 84 anos de idade, que são Lorrani Pereira e Vicente Marcolino, respectivamente.
Neste ano, o livro teve financiamento do Programa de Fomento à Cultura, da Secretaria Municipal de Cultura. Os custos pela edição, impressão e noite de autógrafos são de responsabilidade do Fundo de Apoio à Cultura.
Outro livro que será lançado nesta semana é “Abrindo conchas de ostras da sabença supérflua”, do escritor Geraldo da Costa e Silva. Esta é a décima terceira obra que o médico pediatra lança. A noite de autógrafos está marcada no Hotel Mariá, na quarta-feira, a partir das 19h30.
PREMIAÇÃO
Outra atividade de destaque nesta semana é a divulgação do resultado do concurso que premiará a melhor redação sob a temática do filme “Perdido em Marte”, promovido pela “Science Days” em parceria com Unisalesiano (Centro Universitário Salesiano) e as diretorias de ensino da região de Araçatuba. O prêmio para a redação do ensino médio será uma viagem para a Nasa Kennedy Space Center, na Flórida.

 

Comment here