AraçatubaCidades

Morre o ex-vereador Luiz Antônio Boatto

ARNON GOMES – ARAÇATUBA

Morreu, na madrugada desse sábado (14), o ex-vereador araçatubense Luiz Antônio Boatto. Ele estava com 65 anos de idade e lutava contra um câncer de tecido adiposo (na gordura do organismo) desde 2008.
O velório acontece na Câmara de Araçatuba. Boatto estava internado no Instituto do Câncer Dr. Arnaldo, na Santa Casa de São Paulo, desde 4 de agosto, quando foi submetido a uma cirurgia. Por isso, a previsão era de que o corpo dele fosse chegar a Araçatuba por volta das 23h de sábado. O sepultamento acontecerá no Cemitério Recanto de Paz, no Jardim Rosele, neste domingo. Até o fechamento desta edição, o horário não estava definido.
Boatto nasceu em Araçatuba em 06 de fevereiro de 1954. Fora da política, era administrador de empresa.
Na vida pública, foi um dos fundadores do PT em Araçatuba, no começo da década de 1980. Em 1982, participou da primeira eleição municipal do Partido dos Trabalhadores, concorrendo a vice-prefeito na cidade. “No partido, fazia tudo para que o PT crescesse”, relembra o ex-vereador e secretário de Cultura, Hélio Consolaro, outro militante histórico da legenda no município. Na Câmara, Boatto ocupou cadeira parlamentar por dois mandatos, entre 1989 e 96. Nesse ano, juntamente com outros correligionários, ele deixou o partido após a legenda sofrer intervenção devido a uma frustrada tentativa de coligação com o PTB na eleição para prefeito.
Tempo depois, ajudou a fundar o PV em Araçatuba. Mesmo estando no Partido Verde, entre 2009 e 2012, participou do governo Cido Sério, à época no PT. “Foi nosso vereador e foi atuante. Os motivos de sua saída do partido não desmerecem as coisa boas que fez enquanto vereador pelo PT”, diz o advogado Fernando Zar, um dos líderes petistas na cidade. Boatto deixa a esposa Isabel Miranda e o filho Luís Henrique.

 

Comment here