AraçatubaCidades

Em menos de três anos, Araçatuba abriu 1,1 vagas em escolas municipais

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Em menos de três anos, Araçatuba abriu 1,1 mil vagas nas escolas municipais. A informação é da secretária municipal da Educação, professora Silvana Sousa e Souza. O número de vagas abertas equivale à construção de quatro novas escolas no município. Mesmo assim, ainda há déficit e o município trabalha para zerar. Para tanto, já investiu mais de R$ 14 milhões em obras de ampliações, readequações e modernização das unidades da rede municipal, que hoje tem 64 escolas.
Nesta semana, ao falar em evento de entrega de obras na Emeb “Esther Gazoni”, onde foram investidos mais de R$ 500 mil, o prefeito Dilador Borges disse que até o final de seu mandato todas as escolas da rede municipal estarão climatizadas. A secretária Silvana Souza, disse que atualmente 42 escolas estão com ar em todas as salas, outras quatro estão processo de instalação dos aparelhos e outras quatro há foram licitadas. Outras obras ainda podem ser licitadas este ano.
Outra preocupação da administração, segundo o prefeito Dilador Borges, é com a segurança. Até o momento, 34 escolas estão com o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). Em sete escolas as obras estão em andamento. “Segurança nas escolas é fundamental”, afirma o prefeito araçatubense.
Segundo a secretária da Educação, Silvana Souza, na atual administração 19 escolas foram reformadas. Em quatro estabelecimentos as obras estão em execução. Nessa semana foi emitida ordem de serviço para reforma em mais duas unidades e nos próximos dias será aberta licitação para reforma de mais duas escolas.
“Estamos construindo uma escola infantil no Residencial Águas Claras e está em processo de licitação a construção de uma escola de ensino fundamental no Residencial Atlântico”, disse a secretária, explicando que de 2017 até agora (incluindo as obras em execução), o município já investiu R$ 14,2 milhões.

VAGAS
A secretária disse que em menos de três anos foram criadas 1,1 vagas. Porém, a demanda vem aumentando. Devido ao bom nível de ensino na rede municipal, muitos alunos estão deixando a rede privada. Por isso, novos investimentos estão sendo feitos para ampliar a oferta. “Não é apenas espaço físico. Ampliação de vagas demanda investimentos também em pessoal, transporte de alunos, merenda escolar e outros”, disse a secretária.

 

Comment here