AraçatubaCidades

Após postar roupa furtada em rede social, pintor é preso pela DIG

O pintor J.V.F., de 26 anos, residente no Bairro Nossa Senhora Aparecida, em Araçatuba, foi preso no final da tarde de quinta-feira (12). Em sua casa, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) encontraram diversos produtos (roupas, óculos e relógios) furtados em estabelecimento comercial. Também apreenderam porções de crack, cocaína e maconha, que estavam em uma bolsa. Porém, o rapaz negou a propriedade da droga.
Os policiais da DIG fizeram investigação e por meio de postagem em rede social, viram o suspeito com uma jaqueta e relógio furtados do estabelecimento. Com esta prova e outros indícios, requereram mandado de busca e apreensão. O mandado foi cumprido. Na residência, os policiais abordaram o suspeito e ao questionaram sobre a existência de produtos furtados na residência, ele negou. Porém, mostraram a foto da postagem em rede social e ele disse que a jaqueta e o relógio eram emprestados. Usou apenas para tirar foto.
Ao entrarem na residência para revista, o suspeito tentou fugir, mas foi contido e algemado. No interior do guarda-roupas, os policiais encontraram a jaqueta da foto e dentro do carro, encontraram dois relógios e dois óculos de sol. Os policiais viram um quarto trancado e os familiares disseram que não tinham a chave. Como tinham ordem de arrombamento, quando se prepararam para o serviço, entregaram a chave. No quarto havia vários produtos furtados. A vítima, proprietária da loja furtada, reconheceu os produtos. O pintor disse que havia comprado de um desconhecido por R$ 100,00.
Os policiais colocaram os produtos furtados em uma bolsa. No entanto, no bolso lateral, foram encontrados R$ 56 em dinheiro, 32 porções de crack, um pino com cocaína e uma porção de maconha. O pintor disse que a bolsa era usada para transportar os pertences de seu filho. Junto à droga foi encontrada uma chupeta
O rapaz foi levado ao plantão policial, junto com a droga e material apreendido. Os produtos furtados e reconhecidos foram devolvidos ao comerciante.

ANTÔNIO CRISPIM
Araçatuba

Comment here