AraçatubaCidades

Após vários anos, DER decide interditar ponte sobre o Rio Aguapeí

ANTÔNIO CRISPIM – SANTÓPOLIS DO AGUAPEÍ

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vai interditar, a partir desta terça-feira (10), a ponte sobre o rio Aguapeí, na rodovia Assis Chateaubriand (SP 425), altura do Km 348, na divisa entre as cidades de Santópolis do Aguapeí e Iacri — na região de Araçatuba. A interdição está programada para as 8 horas. Recentemente equipe técnica do DER fez vistoria e constatou problemas estruturais. Diante disso, optou por interditar a ponte. Há vários anos esta ponte apresenta problema. Em 2017, chegou a ser interditada temporariamente para reparos emergenciais.
Segundo o DER, o projeto executivo para construção de uma nova ponte no local já foi concluído e o edital de licitação para contratação das obras será publicado nos próximos dias. A previsão é investir até R$ 11 milhões na construção da nova ponte, que terá extensão de 115 metros, guarda corpos, barreiras de concreto e será construída em nível mais alto do que a antiga, evitando assim as constantes enchentes que acometiam o local com as cheias do rio Aguapeí. Após o processo licitatório e a assinatura do contrato, o prazo para execução da obra é de 18 meses. Portanto, o trecho ficará interditado muito tempo.

TRANSTORNOS
Além de interligadas várias cidades da região, a Assis Chateaubriand é uma das principais ligações entre o Paraná e quem vem do Su do país e vai para Minas Gerais e o Nordeste. Milhares de veículos, incluindo caminhões, passam pela rodovia diariamente. Portanto, a interdição da ponte vai causar grande impacto.

ROTAS ALTERNATIVAS
“Com a interdição da ponte, os motoristas que trafegam do Paraná ao Estado de Minas Gerais, poderão utilizar como desvio principal a Rodovia Euclides de Oliveira Figueiredo (SP 563). A partir daí, tomará rotas distintas relativas à região de Minas Gerais a ser acessada. Também é pela Rodovia Euclides de Oliveira Figueiredo (SP 563) que os motoristas vindos do sudoeste de Minas poderão seguir viagem para o Paraná, durante o período de interdição da ponte”, diz nota do DER, que desconsidera outras alternativas, como a Rodovia Transbrasiliana e outras vias menos importantes, mas que poderão servir de alternativas aos usuários.
“Já o tráfego local, nas cidades vizinhas a Santópolis do Aguapeí, Iacri, Rinópolis e Piacatu, a rota alternativa oficial passa pelas rodovias Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294), Euclides de Oliveira Figueiredo (SP 563) e Via Rondon (SP 300), no sentido das cidades de Rinópolis ou Parapuã até Bilac ou Clementina”, acrescenta a nota, frisando que “a população local pode ainda utilizar vias municipais”. “A atual gestão do DER trabalha para realizar melhorias nessas estradas. O Departamento está em tratativas com prefeituras da região para que sejam firmadas parcerias e realizadas obras, em caráter emergencial, para melhorias destas vias”, acrescenta.

OUTRAS OPÇÕES
A rota indica pelo DER de seguir até Gracianópolis pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros para acessar a SP 563, a General Euclides de Oliveira Figueiredo, pode aumentar a viagem em mais de 200 quilômetros.
No entanto, a reportagem de O LIBERAL REGIONAL indica outras rotas com estradas secundárias. Quem estiver transitando pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, pode acessar a Rodovia Marechal Rondon antes de chegar à Euclides de Oliveira Figueiredo. O primeiro acesso é por meio de estrada que liga Adamantina a Valparaíso e a segunda, liga Pacaembu a Mirandópolis.
Outra alternativa para quem estiver viajando de Presidente Prudente sentido a São José do Rio Preto, além de chegar a Marília e acessar a Transbrasiliana – BR 153, é, pouco depois da Rinópolis, acessar estrada sentido Piacatu, Gabriel Monteiro e Bilac, pela Rodovia Gabriel Melhado (SP 461) ou a SP 463 (Prefeito Jorge Maluly Netto) para acessar a Rodovia Marechal Rondon.

ORIENTAÇÃO
A Polícia Militar rodoviária já está pronta para orientar os usuários. Hoje equipes está no acesso à rodovia para orientar quanto às rotas mais viáveis.

 

Comment here