AraçatubaCidades

Com apoio da imprensa, aumenta procura de eleitores para fazer a biometria

ANTÔNIO CRISPIM – ARAÇATUBA

Na maioria das cidades da região a cadastramento biométrico deverá ser feito até o dia 19 de dezembro. A baixa procura no primeiro semestre preocupou autoridades. Em Araçatuba, o promotor eleitoral Flávio Hernandez José promoveu uma reunião com a imprensa para pedir apoio na divulgação. Um evento foi realizado na Câmara, em agosto, também com o objetivo de conscientizar o eleitor da importância do cadastramento. Com apoio da imprensa convencional – rádios, jornal e TV – a procura aumentou.
Nesta semana, a Justiça Eleitoral paulista alcançou a marca de 4 milhões de biometrias cadastradas no ano de 2019. O que reforça o sucesso da o trabalho realizado. Até o momento, 4.014.801 pessoas já se dirigiram aos cartórios e postos de atendimento eleitorais para fazer a biometria neste ano. Apenas no mês de agosto, o comparecimento chegou perto da marca de 1 milhão.
A se manter esse ritmo, será cumprida a meta estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de cadastrar as digitais de 7,5 milhões de eleitores em 2019.
No total, 58,1% do eleitorado do Estado, formado por 32,9 milhões de pessoas, já tem a biometria (19,1 milhões). Nas 479 cidades paulistas em que o cadastramento é obrigatório para este ano, o índice é de 61,3%. Nessas localidades, quem não se cadastrar nos prazos estabelecidos terá o título eleitoral cancelado.
Como resultado do trabalho de conscientização desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral e pelos veículos de comunicação, aumentou a procura. Os números já são sentidos em várias cidades. No entanto, mesmo com este aumento na procura, há muitas cidades com percentual abaixo de 70%. Isso preocupa devido às limitações operacionais para atender os eleitores que ainda não fizeram.

Eleitor com mais de 70 anos
O eleitor com mais de 70 anos deve fazer a biometria para votar nas eleições municipais de 2020. Como o voto para ele é facultativo, não há implicações na sua vida como cidadão caso não faça o procedimento, exceto a impossibilidade de votar.

Cancelamento do título
O cancelamento do título eleitoral impede o cidadão de obter carteira de identidade e passaporte, fazer matrícula em instituição de ensino oficial ou fiscalizada pelo governo, obter empréstimos em instituições públicas, tomar posse se aprovado em concurso público, entre outras restrições civis.

Entenda a biometria
A biometria é uma tecnologia que confere mais segurança à identificação do eleitor na hora do voto, uma vez que as impressões digitais de cada indivíduo são únicas. O procedimento envolve, além da coleta das digitais, fotografia, assinatura e revisão de dados. O procedimento dura no máximo 15 minutos.

 

Brasil supera a marca de cadastramento de 72% dos eleitores
O cadastramento biométrico foi realizado por 72% dos eleitores brasileiros até o dia 5 de setembro, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas alguns estados – os maiores colégios eleitorais – estão atrasados em relação aos demais, que praticamente terminaram o processo. O prazo estipulado pelo TSE é 2022, mas em alguns municípios a biometria tem que ser feita antes, sob pena dos eleitores terem seus títulos cancelados, levando a problemas como impossibilidade de se tirar passaporte ou até a possibilidade de interrupção do recebimento do Bolsa Família.
Os dados divulgados pelo TSE mostram que os quatro estados onde o processo está mais atrasado são os da Região Sudeste: Minas Gerais, com 39,59%; Espírito Santo, 48,46%; Rio de Janeiro, 51,5%, e São Paulo, 58,18%. Os estados campeões são: Tocantins, com 99,95%; Piauí, 99,94%; Sergipe, 99,91%, e Roraima, 99,87%.
De forma geral, das 27 unidades da Federação, 15 ultrapassaram a faixa de 90% do eleitorado cadastrado biometricamente. O processo colhe as impressões digitais de todos os dedos, tornando praticamente impossível haver fraudes.
O projeto-piloto, realizado em 2008, envolveu pouco mais de 40 mil eleitores nos municípios de Colorado do Oeste (RO), São João Batista (SC) e Fátima do Sul (MS). Nas eleições de 2018, estavam aptos a votar 87,3 milhões de eleitores por meio da identificação biométrica, 59,3% do eleitorado total de 147,3 milhões, em 2.793 municípios, 48,65% do total de 5.570 cidades. (Vladimir Platonow)

Cartório eleitoral vai atender em horário estendido
O Cartório Eleitoral de Três Lagoas passa a funcionar em horário estendido a partir da próxima quarta-feira (11), até o dia 8 de outubro. O local atenderá das 8h às 18h nesse período.
A ampliação do horário faz parte do esforço do TRE para a realização da revisão do eleitorado e para atender os eleitores da cidade que ainda não fizeram o cadastramento biométrico, obrigatório para as próximas eleições.
Além da ampliação do horário o Cartório abrirá em dois sábados, nos dias 14 e 21 de setembro, das 8h às 14.
Quem não fizer o cadastramento biométrico pode ter o título de eleitor cancelado. O prazo para cadastrar a biometria é até dia 8 de outubro. A revisão eleitoral abrangerá 67.233 eleitores no município, e, deste montante, 48.783 (72,56%) deverão procurar o Cartório Eleitoral até o término do prazo.
Para serem atendidos, os eleitores deverão levar um documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência atualizado. Homens maiores de 18 anos, que irão tirar o título pela primeira vez, também devem levar o comprovante de quitação militar. (Perfil News)

INFO A3.jpg

Comment here