AraçatubaCidades

Palestras sobre produtividade da cana-de-açúcar chamam a atenção na Expô

DA REDAÇÃO – ARAÇATUBA

Mais de 80 pessoas participaram do segundo dia de palestras da programação rural da 60ª Exposição Agropecuária de Araçatuba (Expô) – o maior evento de agronegócio do Noroeste Paulista – nesta quinta-feira (11), no Recinto de Exposições Clibas de Almeida Prado.
Uma na sequência da outra, duas palestras foram realizadas das 8h às 12h, no auditório do recinto, e abordaram temas como o trabalho no campo e as nova tecnologias para o manejo da cana-de-açúcar. A palestras foram ministradas pelos engenheiros agrônomos Auro Pardinho, que também é gerente de marketing da DMB, e Fábio Pernasse Torres, que também é gerente de Vendas para cana-de-açúcar da Jacto.
Para Wesley Miler Pereira Condessoto, representante da Coplacana em Araçatuba (SP), o dia foi de extremo aprendizado e troca de conhecimentos. “Além da palestra, os produtores e investidores, que vieram de toda a região, puderam ver e conhecer as máquinas que são a última geração no mercado para a o plantio mecanizado e a pulverização”, disse Condessoto.
Uma dessas máquinas – a de mais alto preço da Expô, mais de R$ 800 mil – possui reservatório de 3 mil litros para defensivos e duas barras de aplicação com 24 metros de cumprimento cada uma. “Ela reduz de forma significativa os custos de produção, além de elevar a produtividade da cultura. Assim como outros veículos, como tratores e colhedeiras, o pulverizador pode dispensar motorista e ser comandada remotamente por um computador”, concluiu o engenheiro.
O zootecnista e organizador dos cursos e palestras técnicas, Carlos Belluzzo, afirma que as atividades estão superando as expectativas. “Temos recorde de participação em todas as palestras realizadas até aqui. É muito gratificante saber que o nosso trabalho pode ajudar o produtor rural a receber mais conhecimento e acima de tudo, aumentar sua capacidade de produção e, consequentemente, de negócios”.

Próximos temas
Na sexta-feira (12) serão realizadas três palestras técnicas, sendo uma às 9h30 (Qualidade do leite: a legislação como ferramenta produtiva na atividade leiteira), com o diretor do Centro de Pesquisa de Bovinos de Leite do Instituto de Zootecnia, Luiz Carlos Roma Júnior; outra às 10h30 (Realidades e desafios da produção de leite orgânico); e a terceira, às 11h30 (Sucessão familiar, promovida pelo sistema FAESP/SENAR-SP e pelo Sebrae-SP).
“A gente precisa falar que a região Noroeste Paulista é a principal bacia leiteira do estado de São Paulo, e essas palestras servem para orientar o produtor sobre as normativas de qualidade do leite. Além disso, o palestrante vai levar a legislação para dentro da propriedade, ou seja, mostrar na prática o que deve ser feito para que o produto saia com qualidade e certificação”, ressalta Belluzzo.
Sobre o tema sucessão familiar, o zootecnista explica que a palestra tem como objetivo preparar os pais e os filhos, para que as propriedades não percam a importância dentro da estrutura familiar. “É importante que essa sucessão seja feita da maneira correta, para segurança de toda a família, orientando o filho para que ele dê continuidade naquele trabalho que está sendo feito de geração em geração. A ideia é que o jovem se interesse e não saia da vida rural, e que ele não perca o interesse de continuar esse trabalho, simplesmente por não ter informação. Essa palestra vem para levar essas informações”, conclui ele.
No dia 13, às 9h, será realizada a palestra Agricultura sustentável, com o consultor técnico da Associação dos Produtores de Agricultura Natura (Apan), Kunio Nagai. No mesmo dia, às 10h, ocorre a palestra A Agricultura Orgânica e o Protocolo de Transição Agroecológica no Estado de São Paulo, com o engenheiro agrônomo e pesquisador Sebastião Wilson Tivelli.

 

 

Comment here