AraçatubaBrasilCidadesMundo

Novo grupo assume concessionária apostando na economia de Araçatuba

Diego Fernandes – ARAÇATUBA

A cidade e a região de Araçatuba mais uma vez chamaram a atenção de forma positiva por conta de seu potencial econômico. As várias mudanças no mercado automotivo também atingiram Araçatuba com a abertura de novas concessionárias e chegadas de novos grupos à cidade, aquecendo a área de negócios neste seguimento, que é um dos mais importantes na medição dos índices econômicos no país. Conforme O LIBERAL REGIONAL divulgou no domingo anterior, a cidade pode receber investimentos de quase R$ 1 bilhão nos próximos 12 meses.
Desta vez, a chegada de um novo grupo para comandar as vendas de veículos da marca Volkswagen em Araçatuba e em cidades da região, pretende impulsionar o índice de venda de veículos como Gol, Polo e Jetta, por exemplo, fato que, caso aconteça, geraria crescimento econômico para os municípios.
Segundo números divulgados no começo de 2019 pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo e o Departamento Nacional de Trânsito referentes à venda de veículos, a cidade de Araçatuba conta com uma frota de mais de 170 mil veículos atualmente, o que dá uma media de 0,8 veículo por habitante. Em 2018 foram realizados, no total, 5.708 emplacamentos na cidade, contra 5.266 em 2017, aumento de 4,5%. Estes dados, divulgados por O LIBERAL REGIONAL, no último mês de fevereiro, animaram o Grupo Nogueira Lins a estenderam os seus trabalhos também em Araçatuba.
A aquisição da antiga concessionária Munich pelo Grupo Nogueira Lins aconteceu no final do mês de maio. O processo de mudança e adaptação ocorreu durante todo o mês de junho e a inauguração oficial aconteceu neste sábado (29), no Bairro Nova York, em Araçatuba, com um café da manhã oferecido a empresários e imprensa de Araçatuba. A partir desta segunda-feira, começam oficialmente os trabalhos com o público em geral.
Além da unidade de Araçatuba, o Grupo também investiu na compra de outras unidades da região como Andradina, Adamantina, Osvaldo Cruz e Dracena, mostrando a aposta da empresa no mercado consumidor do Noroeste do Estado de São Paulo. Além destas, o conglomerado já possuía concessionárias também nas cidades de Rancharia e Avaré, em São Paulo, e Nova Andradina e Naviraí, no Mato Grosso do Sul.
Segundo o gerente da concessionária, Giancarlo Vernier, o Grupo Nogueira Lins investiu mais de R$ 10 milhões no processo de compra da Munich e reforma do prédio, além dos investimentos realizados na compra dos veículos. Para ele, a logística de Araçatuba e da região foi algo relevante também para a escolha da cidade. “Pela logística do Estado e pelo tamanho da indústria automotiva. É uma das maiores indústrias automotivas do interior de São Paulo”, afirmou Vernier, que disse que a intenção da concessionária é fazer com que a Volkswagen atinja a liderança em vendas em Araçatuba até o começo de 2020. “Vamos fazer um trabalho de resgate, de realmente mostrar pro pessoal que a gente veio pra ficar, a gente veio não foi pra aventurar, queremos fazer uma história”, disse.
Vernier lembrou durante conversa com nossa reportagem que hoje a marca Volkswagen é a segunda em emplacamentos no Brasil, com mais de 14% de todos os veículos novos no país. O cenário é diferente em Araçatuba, onde a marca está em oitavo lugar atualmente, com 5,69% dos emplacamentos realizados na cidade. Para o gerente, o período de transição entre a Munich e o Grupo Nogueira Lins contribuiu para o percentual mais baixo. “Sabemos dessa transição, que já estávamos em negociação, então que tanto o vendedor quanto o comprador não operam com aquela mesma vontade”, justificou.
O novo grupo apostou basicamente no mesmo quadro de funcionários que já trabalhavam na antiga concessionária. De acordo com o gerente, dos 32 empregados da nova loja, 30 já trabalhavam anteriormente no mesmo local. “A gente espera muito ser abençoado e abençoar o povo desta região”, comentou. A informação já havia sido antecipada pelo jornal O LIBERAL REGIONAL em matéria pública no último dia 2 de junho, que falava sobre as reuniões que seriam feitas com antigos funcionários da Munich para a definição da estratégia e do início do planejamento de atuação na cidade.

Nogueira Lins Volkswagen (28).JPG

Comment here