Araçatuba

Horta comunitária do Villela testemunha ‘vidas melhores’

Ontem de manhã, a Horta Comunitária do Villela, que existe há cerca de 33 anos, recebeu novas mudas de hortaliças providas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial de Araçatuba.
Segundo Paulo Sergio Chiaranda, técnico agrícola e monitor de horticultura da SMDA, a horta recebe média mensal de 7.200 mudas de horticulturas diversas doadas pela Prefeitura de Araçatuba, dentre as quais estão alface crespa, alface lisa, coentro, salsinha, cebolinha, couve, almeirão, espinafre, rúcula, agrião e ervas medicinais. A produção não é feita para distribuição gratuita, apenas para consumo das famílias.
Marlene Purcino Zidioti, moradora há 30 anos no bairro Villela e coordenadora do grupo, participa do cuidado da horta há 27 anos. Ela conta que são treze famílias, que produzem para consumo próprio e acabam ajudando outras famílias com o excedente da produção, totalizando uma média de 120 pessoas beneficiadas com as hortaliças. Ela esclarece que são os moradores do bairro que cuidam da horta, compram o próprio adubo, madeira, ferramentas, sombrite, e a prefeitura entra com a parte da compra de sementes e produção das mudas.
Vera Lúcia Bessoni de Oliveira participa do cuidado da horta há 7 anos e usa medicamentos fortes para depressão. Ela conta que seu médico disse que sua atividade física, interação e amizades na horta a salvaram de seu uma paciente acamada. Ela ainda relata que seu marido trata do diabetes com nutrição mais rica em verduras e ervas medicinais, por orientação médica, especialmente por consumir mais vegetais nas principais refeições.
Além da doação das mais de 7 mil mudas, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial da Prefeitura de Araçatuba (SMDA) também dá orientações técnicas de plantio, colheita e manutenção, bem como presta acompanhamento e socorros técnicos quando os cuidadores solicitam.
Paulão Chiaranda acrescenta que são, ao todo, 7 hortas comunitárias atendidas pela Prefeitura de Araçatuba, além de três hortas escolares, nas quais alunos e professores aprendem sobre alimentação saudável e cultivo limpo de hortaliças.
“O objetivo principal da horta comunitária é a alimentação de qualidade, sem maiores custos, que eles mesmo produzem, com rica variedade e sem agrotóxicos. Além da produção gratuita, a horta promove a sociabilização dos participantes. Não é só pelo subsídio, é pela qualidade de vida. A Horta Comunitária é solidariedade, é saúde, é a comunidade cuidando e aprendendo a fazer com união”, descreve Marcelo Mazzei, secretario municipal do Agroindustrial.
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agroindustrial também é responsável pela horta da Expô Araçatuba.

DA REDAÇÃO
Araçatuba

Comment here