Araçatuba

Com livro de 1,20 cm de altura, centro da Fundação CASA de Araçatuba realiza seu 3º Festival Literário

O centro da Fundação CASA de Araçatuba fará na próxima quarta-feira (05/06) a terceira edição do seu Festival Literário e tarde de autógrafos com os adolescentes em medida socioeducativa.
Um dos destaques desta edição fica por conta da releitura, no formato de um cordel gigante, da cantiga “O Cravo e a Rosa”.
Estampada em páginas que medem 1,20 cm de altura por 60cm de largura, a ciranda que rima sobre a briga entre as duas flores se transformou em uma ferramenta de combate à violência contra a mulher, com direito a versos como “O Cravo foi violento e a Rosa foi denunciar”.
Além disso, o tema desse ano também presta uma homenagem ao poeta e cordelista, Bráulio Bessa, que foi um dos entrevistados no programa “Encontro com Fátima Bernardes”.
Como explica a diretora do centro, Renata Gonçalves, a obra do escritor foi base do conteúdo trabalhado com os jovens. “Todos tiveram contato com os livros e, inclusive, os poemas do Bráulio serão declamados ao longo do evento”, disse.
O ponto alto do festival, porém, será o lançamento da terceira edição do livro, “Diversidade nos Versos”, que conta com poemas escritos pelos adolescentes participantes do projeto “Viajando pela Leitura”, realizado de forma multidisciplinar pelos professores do ensino formal.
Neste ano, a oficina trabalhou a questão da violência contra a mulher, como destaca a diretora do centro, Renata Gonçalves. “Propomos o tema com o objetivo de conscientizar e queremos espalhar esse debate para além da Fundação. Nosso objetivo é levar o cordel gigante e o livro de poesias para serem apresentados nas escolas”, concluiu.
No quesito divulgação, o centro já trabalha para passar a mensagem: serão distribuídas versões em tamanho “de bolso” do “O Cravo e a Rosa” para as famílias dos adolescentes.

Da Redação
Araçatuba

Comment here