AraçatubaBrasilCidadesMundo

Mudanças no mercado automobilístico atingem Araçatuba

Diego Fernandes – ARAÇATUBA

Um dos mercados mais importantes do Brasil atualmente é o de produção e venda de veículos. Dados da Anfavea, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, estimou no início deste ano, um crescimento de 11,4% nas vendas para todo o ano de 2019, incluindo nesta conta a comercialização de carros, veículos comerciais leves, caminhões e ônibus novos. A expectativa é de que até dezembro tenham sido vendidas no país cerca de 2,86 mi de unidades e que haja um crescimento na produção de até 9%.

Esta projeção é resultado de grandes transformações observadas no mercado automobilístico nos últimos anos. Um negócio importante prestes a ser a anunciado nos próximos dias é a fusão entre a montadora francesa Renault e a italiana Fiat Chrysler, que criará o 3º maior grupo automotivo do mundo em termos de volume de produção, formando uma nova companhia que contaria com US$ 37 bi em valor de mercado e responsável pela produção de 9 mi de veículos, ficando atrás apenas da alemã Volksvagen e da japonesa Toyota.

No Brasil, há também o crescimento de marcas que até então eram notabilizadas por trabalharem com veículos de luxo e que invadiram o cenário popular. Grandes indústrias como a Hyundai e a Toyota, por exemplo, estão crescendo no país. A Hyundai inaugurou em 2012, na cidade de Piracicaba (SP), a 7ª maior fábrica da montadora fora da Coreia do Sul e a 10ª em todo o mundo, ocupando uma área de mais de 1,3 mi de metros quadrados. O HB20, carro-chefe das vendas, foi o segundo veículo mais vendido do Brasil em 2018, tendo vendido mais de 100 mil unidades, ficando atrás apenas do Chevrolet Onix.

Já a Toyota teve sua primeira fábrica no país em 1958, a primeira da marca fora do Japão, porém começou a expansão de seus trabalhos em 1998, com a inauguração da segunda fábrica em Indaiatuba (SP), que culminou no início da produção do Corolla, o carro mais vendido da marca no Brasil em 2018, o 10º entre todas as montadoras, com cerca de 59 mil unidades comercializadas.

No último mês de abril, o Grupo Caoa confirmou mais uma importante negociação no país: a compra da fábrica da Ford, em São Bernardo do Campo (SP), que anunciou no começo de 2019 o seu fechamento. A Caoa está mantendo no mesmo local apenas a produção dos caminhões da Ford.

Araçatuba registra mudanças em grandes concessionárias

As mudanças do mercado atingiram a cidade de Araçatuba. O Grupo Lumière assumiu a concessionária da Peugeot na cidade e mantém atualmente unidades de venda de veículos da marca em três cidades: Araçatuba, Presidente Prudente e São José do Rio Preto. A unidade araçatubense está localizada no Jardim Nova York.

Já a concessionária Atri Fiat foi vendida ao Grupo Caminho, do empresário José Abraão, que já mantinha loja da Ford em Araçatuba, criando assim a Fiat Caminho, localizada no Centro da cidade.

Araçatuba também ganhou nos últimos anos uma concessionária da Jeep. O grupo Viviani Motors, do empresário Guido Viviani, trouxe a marca para Araçatuba, responsável pelas vendas de veículos como Compass e o Renegate. Outras marcas importantes também estão presentes no município como a Citroen, Mitsubishi, Nissan, Renault e Honda.

Concessionária Volksvagen sob nova administração

Outra negociação importante concluída no final do mês de maio foi a venda da concessionária Munich, da Volksvagen, para o Grupo Nogueira Lins. A venda ocorreu nas cidades de Araçatuba, Andradina, Adamantina, Osvaldo Cruz e Dracena. O Grupo já possui concessionárias da Volksvagem em Rancharia e Avaré, em São Paulo; e em Nova Andradina e Naviraí, no Mato Grosso do Sul.

No último sábado, funcionários da Munich recolhiam os materiais da concessionária, que estão indo para a cidade de Penápolis, única da região que será mantida em funcionamento com este nome.

O grupo Nogueira Lins pretende reabrir em breve a concessionária, localizada no alto da Avenida Brasília, no Jardim Nova York, e deve iniciar reuniões com antigos funcionários do local nesta semana para o início do planejamento de atuação na cidade.

Concessionária Chevrolet é a mais antiga da cidade

Resistente ao tempo e às mudanças, a concessionária J. Dionísio segue sendo a mais antiga da cidade e uma das mais antgigas do estado. Trabalhando com a marca Chevrolet, o grupo, criado pelo empresário José Dionísio, iniciou suas atividades em Araçatuba em 1945, mantendo seus negócios na Avenida Joaquim Pompeu de Toledo, próximo ao Araçatuba Shopping.

Os trabalhos começaram em 1928, quando José Dionísio iniciou seus primeiros negócios, que culminaram na abertura de um primeiro empreendimento em 1935.

A1 Concessionárias de veículos (26).jpg

Comment here