AraçatubaCidades

Santa Casa implanta posto de coleta de leite humano

No dia 19 de Maio são comemorados a Semana Nacional de Doação de Leite Humano e o Dia Nacional de Doação de Leite, e a Santa Casa de Araçatuba conta com um Posto de Coleta de Leite Humano que foi implantado recentemente. Instalado no terceiro andar, próximo ao Berçário de Cuidados Intermediários, o posto substituirá a Sala de Coleta recinto onde as mães realizavam ordenhas para alimentar seus bebês, a maioria das quais prematuros e internados na UTI Neonatal.
De acordo com o diretor clínico, Giulio Stanco Coscina Neto, a Santa Casa de Araçatuba, além de ser referência quando se trata de UTI Neonatal e partos de risco, atende o Hospital Da Mulher, que apresenta grande volume de partos normais e cesárias, e esse Banco de Leite vai ancorar os atendimentos da UTI Neonatal.
Com o Posto de Coleta, as mães continuarão utilizando a estrutura para retirar o leite para ser servido in natura aos seus bebês. Porém o foco do Posto é oferecer estrutura para ordenha de mães voluntárias que doam parte do leite que produzem a prematuros internados.
A coordenadora do Posto De Coleta, Mariellen de Almeida Pereira, conta que antigamente eram atendidas cerca de 4 ou 5 mães por dia, já hoje com o posto de coleta são atendidas em média cerca de 15 a 20 mães diariamente. “Tá dando mais de um litro e a gente acaba fazendo um reservatório desse leite, mandando pro Banco de Leite para pasteurizar, e depois de pasteurizado a gente trás e oferece pros nossos bebês da UTI e berçário” diz a enfermeira.
A iniciativa foi da equipe em geral, já que o hospital atende 40 municípios da região, era necessário aumentar o Banco de Leite para os bebês. “Pra nós 1ml de leite salva vidas. É muita coisa pra um bebê prematuro de 500 a 700 gramas, que é nossa maior demanda” diz a enfermeira Mariellen.
Segundo Rhaísa Maschio, pediatra e neonatologista da Santa Casa de Araçatuba, o leite materno é fundamental pra qualquer recém-nascido, “principalmente para o nosso maior grupo aqui que são os recém-nascidos de risco: os prematuros, prematuros extremos (menores de 29 semanas), e os bebês de baixo peso” esclarece. “O leite materno diminui o risco de mortalidade, o tempo de internação na UTI Neonatal, ajuda no crescimento e desenvolvimento do recém-nascido e diminui o risco de infecções. Sem contar que ele tem tudo que um recém-nascido precisa nos primeiros meses de vida” complementa a médica.
Cimara de Melo, mãe de uma recém-nascida e voluntária, conta que o leite materno é muito importante para todos os bebês, “acredito que é importante pra saúde e pro crescimento, acredito que cada gotinha que eu doo, pra elas é essencial. Não importa se você da o tanto que ela necessita, cada pouquinho que você doa é importante pro desenvolvimento do bebê” afirma.
A estrutura conta com o trabalho de enfermeiros, auxiliares de enfermagem e fisioterapeutas, e também pode ser utilizada por mães de prematuros internados. Nestes casos, o leite ordenhado é oferecido diretamente aos bebês.
Qualquer mãe que tenha leite e deseje fazer a doação, pode ir até a Santa Casa de Araçatuba realizar o cadastro e exames laboratoriais. O atendimento do Posto de Coleta de Leite Humano é de Segunda a Segunda das 7h às 17h.

Mariana Gabriele
Araçatuba

Comment here