Araçatuba

Servidores municipais de Araçatuba passam a contar com nova opção de plano de saúde

Os cerca de quatro mil servidores municipais de Araçatuba já podem contar uma nova opção de assistência médica.
Na última terça-feira, o Sisema (Sindicato do Servidores Municipais de Araçatuba) firmou parceria com o plano Santa Casa Saúde, de Araçatuba. O objetivo é oferecer prestação de serviços a funcionários ativos e inativos da Prefeitura. Para ter acesso ao benefício, é necessário ser associado ao órgão sindical. Isso porque a parceria não envolve a Prefeitura, apenas o sindicato, que é quem vai repassar o dinheiro da co-participação para a empresa contratada. Esses valores mensais, conforme o secretário geral do sindicato, variam de R$ 76,48, para pessoas com idade até 18 anos, a R$ 429,51, para quem tem mais de 59.
O novo serviço cobre urgência e emergência, consultas médicas, exames de rotina, exames de alta complexidade, internações hospitalares, partos, quimioterapia e radioterapia.
Em entrevista ao jornal O LIBERAL REGIONAL, o presidente do Sistema e vereador Denilson Pichitelli explicou que este convênio, na prática, amplia a quantidade de serviços médicos para os funcionários públicos do município. Hoje, já é oferecido a eles o plano Alcance.
Segundo Pichitelli, os interessados em aderir ao da Santa Casa Saúde poderão fazer a portabilidade caso desejem ter mais opções de profissionais na área médica e serviços de saúde.
O sindicalista classificou a parceria como uma “conquista”. Disse ele: “Estávamos correndo atrás desse plano havia pelo menos quatro anos com o objetivo de oferecer mais uma opção. Os servidores nos cobravam. No sábado, inclusive fizemos uma reunião com eles para explicar essa nova modalidade”. Ele ressaltou que o novo plano apresenta valores diferenciados por não incluir atendimento ambulatorial, ao contrário do Alcance.

ALIMENTAÇÃO
O novo plano de saúde foi anunciado perto de os servidores receberem reajuste no valor do vale-alimentação. Na segunda-feira, a Câmara de Araçatuba vota projeto de autoria do prefeito Dilador Borges (PSDB) que reajusta o benefício em 13,33%, de R$ 300 para R$ 340.
Na justificativa da proposta, o chefe do Executivo explica o porquê não concedeu aumento maior. “O reajuste ora proposto, neste momento de dificuldade por que passa todo o país e o próprio município de Araçatuba no que diz respeito às demandas orçamentárias, é resultado de amplo esforço da administração municipal que tem como premissa a valorização e o bem-estar dos servidores municipais e de sua família”, explica.

ARNON GOMES
Araçatuba

Comment here