Araçatuba

Mais de 37 mil pacientes faltaram às consultas nos AMEs em 2018

A falta dos pacientes às consultas, exames e demais procedimentos agendados nas unidades de saúde compromete a programação de atendimento. O Ambulatório Médico de Especialidades, criado pelo governo de São Paulo, é um dos serviços públicos mais bem avaliados. Porém, mesmo com todo rigor no agendamento e na confirmação dos procedimentos, com telefone e mensagens, o percentual de pessoas que faltam ainda é muito elevado. No ano passado, segundo a Secretaria de Estado de Saúde, 13,8% dos pacientes faltaram às consultas nos AMEs de Andradina, Araçatuba e Promissão, todos administrados pela OS da Irmandade Santa Casa de Andradina. Como foram 272.122 consultas, isso representa que ao longo do ano, mais de 37 mil pessoas faltaram.
“A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que os municípios são responsáveis pelo agendamento de exames, consultas e procedimentos especializados em serviços de referência, o que pode ser feito por meio do sistema da Cross (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde), onde consta a oferta dos serviços. Durante o ano de 2018, os AMEs Andradina, Araçatuba e Promissão realizaram juntos 272.122 consultas, 48.656 exames e 24.135 cirurgias. No mesmo período, o índice de absenteísmo em consultas teve média de 13,8%”, diz nota ta secretaria.
“A confirmação dos municípios com os pacientes quanto ao comparecimento em consultas, exames e procedimentos agendados nos serviços do SUS é fundamental para garantir que o atendimento seja destinado a quem precisa. Vale lembrar que o fortalecimento e ampliação da assistência na saúde não são prerrogativas exclusivas de governos estaduais, cabendo também aos municípios e ao governo federal”, acrescenta a nota.
Os AMEs geridos pela OS da Santa Casa de Andradina são bem avaliados pela Secretaria da Saúde. Além disso, os procedimentos são confirmados de diferentes formas. Não há como o paciente alegar esquecimento ou falta de aviso.

ANTÔNIO CRISPIM
Araçatuba.

Comment here