Araçatuba

Lavagem de dinheiro: Mercado imobiliário é um dos principais destinos dos recursos

Operação Lava Jato. Corrupção e lavagem de dinheiro. Políticos, empresários, executivos e agentes públicos envolvidos em situações que sugerem a pouca (ou nenhuma) transparência no uso do dinheiro público e na aquisição de imóveis de luxo são situações diariamente noticiadas pela mídia.
E o mercado imobiliário é um atraente destino de parte dos recursos de agentes que utilizam as transações imobiliárias para reentrada do dinheiro fruto de práticas ilícitas na economia.
Por esse motivo, é fundamental que aqueles que atuam nesse segmento – em especial os corretores de imóveis – estejam em alerta e comuniquem todas as transações suspeitas ao Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras).
“Há casos em que as imobiliárias e corretores podem responder pelo crime de lavagem de dinheiro, especialmente quando fazem vista grossa, realizando operações em espécie e não informando o Coaf a respeito”, destaca o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de SP, José Augusto Viana Neto, que estará em Araçatuba nesta quinta-feira (14), a partir das 14 horas, em um hotel na área central da cidade. iana também trará informações sobre o aquecimento do mercado imobiliário e as perspectivas para 2019.
De acordo com o balanço de 2018 da Pesquisa Crecisp, vendas e locações fecharam o ano no azul em todo o Estado. As vendas acumularam crescimento de 20,51% e a locação, de 3,4% ao longo do ano passado. “O resultado acumulado de 2018 praticamente iguala ao de 2016, o que indica uma recuperação expressiva”, compara José Augusto Viana Neto. Em 2016, as vendas de imóveis usados tiveram crescimento acumulado de 21,43% e a locação residencial, de 19,75%.
“Há um movimento cíclico nos dois mercados, que nem sempre caminham perfeitamente alinhados com a evolução da Economia em geral, mas o fato a destacar de 2018 é que os dois mercados mostraram capacidade de resistência e cresceram apesar do ano turbulento marcado pelas incertezas geradas pela tumultuada campanha presidencial”, enfatiza Viana Neto.

DA REDAÇÃO
Araçatuba

Comment here