Araçatuba

Chuva forte com vento e granizo provoca transtornos e prejuízos

No domingo à tarde a região voltou a castigada por chuva com ventos. No início da tarde, choveu forte em Três Lagoas. Depois, o temporal passou por outras cidades e depois das 14h30 atingiu Araçatuba. Porém, choveu em apenas algumas regiões da cidade, como Primavera, Amizade, Paraíso (mais intensamente). Em outros bairros araçatubenses, choveu levemente e em alguns nem choveu. A reportagem apurou que em Araçatuba a ventania derrubou 12 árvores. Já em Birigui foram sete árvores, de acordo com o Corpo de Bombeiros. Em Araçatuba, um dos galpões de uma cooperativa foi parcialmente descoberto.
Na cidade de Araçatuba, o perímetro mais atingido com a chuva, vento e granizo foi entre as avenidas Valdemar Alves, José Ferreira Batista, João Arruda Brasil e Prestes Maia. Na Avenida Valdemar Alves, pelo menos três arvores foram atingidas. O mesmo aconteceu na José Ferreira Batista. O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o corte e permitir a remoção para liberação das vias.
A Avenida Prestes Maia nas imediações da Funerária Municipal mais uma vez ficou inundada. Ruas transversas também receberam grande volume de água, como a Vereador Aldo Campos, Barão do Triunfo, Paraíso e outras.

PERIGO
Durante a chuva um dos momentos de maior apreensão foi filmado por celular de dentro de um bar na esquina das ruas Vereador Aldo Campos e Imaculado Coração de Maria. O condutor de um veículo que transitava pela Imaculado Coração de Maria tentou atravessar a Vereador Aldo Campos, mas teve de recuar. O cruzamento tem quatro bocas de lobo, mas recebe tanto a água que desce pela Vereador Aldo Campos como pela Imaculado Coração de Maria (sentido Barão do Triunfo à Saldanha Marinho). A água passou sobre calçadas e atingiu o veículo. O ocupante teve de recuar.

PROBLEMA HISTÓRICO
O secretário de Planejamento Urbano, Tadeu Consoni, disse que tem galeria construída há mais de 20 anos, mas que não comporta todo o volume de água, que passa sobre as bocas de lobo. Moradores próximos ao cruzamento disseram que as enchentes fazem parte da rotina em período de chuvas. Certamente, nem sempre com o volume registrado no domingo.

Volume de chuva é inferior ao registrado no ano passado

Depois do mês de janeiro e parte de fevereiro com estiagem na região, o mês de março está sendo marcado por muita chuva, como ocorreu no domingo. Porém, mesmo assim, o volume de chuva é bem inferior ao registrado no mesmo período do ano passado.
De acordo com o Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas (Ciiagro), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, no dia 10 (domingo), choveu 42 milímetros em Araçatuba. Porém, como a chuva ocorreu em apenas parte da cidade, fica difícil avaliar se os dados correspondem com a realidade do que ocorreu na cidade.
No período de 1º de janeiro a 11 de março de 2018, em Araçatuba choveu 6784,1 milímetros em 25 dias. Já no mesmo período de 2019, choveu 291,9 milímetros em 29 dias. Isso representa queda de 56,68% no volume de chuvas.

ANTÔNIO CRISPÍM
Araçatuba

Comment here