AraçatubaCidadesEsportes

Na tentativa de sair da lanterna, Penapolense enfrenta Portuguesa na tarde deste domingo

AGÊNCIA FUTEBOL INTERIOR – Penápolis

Após trocar o técnico Luiz Carlos Martins por Paulo Roberto Santos, a Portuguesa vai a campo neste domingo, sob grande pressão, ainda sem o novo treinador no comando. Com o interino Serginho no banco, a Lusa faz uma confronto direto com o Penapolense no Canindé, a partir das 16h, pela nona rodada do Campeonato Paulista da Série A2.
O Penapolense é o lanterna, com quatro pontos e sem nenhuma vitória na competição, mas a situação da Portuguesa está longe de ser tão melhor assim. A equipe paulistana está apenas um ponto à frente do adversário, com cinco, em 13º lugar, também sem nenhuma vitória até aqui. Ou seja, aquela que sair derrotado se complica bastante na briga contra o rebaixamento.
Os dois times se encontraram pela última vez em março do ano passado, também pela Série AS, no Tenente Carriço. Na ocasião, a Lusa venceu por 3 a 2. Pereira, Raul e Luiz Thiago marcaram para o lado rubro-verde, enquanto Leandro Love e Jefferson Maranhão foram os autores dos gols capeanos.
O técnico Paulo Roberto Santos foi anunciado nesta sexta-feira pela Portuguesa e já iniciou os trabalhos, mas não estará no banco porque ainda não apareceu no BID. De qualquer maneira, assistirá o jogo das tribunas do Canindé. A única nova baixa é o atacante Anderson Cavalo, expulso na derrota por 3 a 2 para a Inter na rodada passada.
Do lado do Penapolense, o técnico Edson Só não tem desfalques e pode repetir a escalação utilizada na derrota por 2 a 0 para o Sertãozinho. A tendência, no entanto, é que ele faça algumas mudanças pontuais para tentar melhor a situação do time.
A Lusa deve iniciar o jogo com Rafael Pascoal; Bruno Ribeiro, Lucas Bahia, Polidoro e Bruno Costa; Jonatas Paulista, Paulinho, André Rocha e João Gurgel; Gerley e Luiz Thiago. O técnico Edson Só, deve escalar o Penapolense com Bruno Oliveira; Wesley, Alex Flávio, Raniele e Matheus Fernandes; Franklin; Jacio, Vitinho e Rafa Sayão; Gabriel Duarte e Kesley.

Comment here